MANDAMENTOS PARA UMA VIDA PLENA (PARTE 7)

download

Êxodo 20: 14
ADULTÉRIO

Casamento não é apenas papel passado, mas sim um compromisso
assumido entre duas partes que resolveram viver pelo resto de suas vidas
juntos.
Será que isto ainda é possível em nossos dias?
O que é adultério? É violação, transgressão da regra de fidelidade conjugal.
É misturar ou colocar alguma coisa diferente ou ruim em algo original e bom.
Vivemos em uma cultura altamente sensualizada e Deus não criou o sexo
para ser utilizado ou banalizado como vemos hoje.
De que forma Jesus redefiniu a questão do adultério? Vamos ler Mateus 5:
27 – 30.
Jesus trata a questão do adultério como algo sério e radicaliza dizendo que
é melhor arrancar uma parte do corpo do que cair em pecado.
Jesus radicaliza dizendo também que podemos adulterar com o coração.
(Se olharmos para outra pessoa com desejos) já cometemos adultério.
Adultério gera feridas emocionais e até mesmo físicas na vida de um casal,
gera feridas nos filhos, nos parentes e até mesmo nas amizades do casal.
Sabemos que quem flerta com o adultério pode tornar a vida de sua família
em um verdadeiro inferno.
Então esta mensagem não é apenas para casados, mas para solteiros
também.
O que significa que é melhor perder a parte de um corpo?
Jesus está querendo ensinar que é melhor perder um emprego por causa
dos flertes.
Que é melhor excluir as redes sociais, excluir pessoas da lista de seus
contatos, etc.
Quando Deus diz “não adulterarás”, está desafiando você a aperfeiçoar o
caráter, crescer em maturidade e viver de acordo com os valores que afirma
acreditar.
Vivemos em uma sociedade que em momento algum somos incentivados a
nos mantermos fiéis e sermos leais nos nossos relacionamentos.

Então qual é o princípio para uma vida plena neste mandamento?
É sermos fieis, leais em nossos relacionamentos e isto envolve casamentos,
amizade, igreja e entre irmãos.
Quando falamos em adultério, isto nos remete imediatamente a questão
sexual e precisamos aprender algo de sumo importância a respeito disto:
Sexo é algo para ser praticado com pessoas casadas… Isto pode soar até
meio retrogrado… Mas estou falando com pessoas que creem em Deus e na
bíblia.
Sexo é algo excluviso para o casamento, independente do que a Rede
globo ensina.
Sexo não é pecado. È para ser desfrutado entre duas pessoas que se
amam e que estão casados.
“Por esta razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles
se tornarão uma só carne”.
Ou seja, quando duas pessoas resolvem deixar a sua casa e tiver condições
de se sustentarem, elas podem se unir sexualmente.
Sexo é uma dádiva de Deus. É o homem poder dar prazer para a sua
esposa e a esposa dar prazer ao seu marido.
Quando Adão despertou do seu sono e viu que Deus lhe tinha dado uma
esposa ele olho e disse: Esta sim é osso dos meus ossos e carne da minha
carne! E logo se apaixonou por Eva.
Deus nos criou com desejos sexuais para que pudéssemos satisfazer os
desejos do nosso cônjuge.
Então relacionamento sexual não deve ser fonte de entretenimento entre
solteiros.
Relacionamento sexual não pode ser casuísmo. Deve existir amor,
compromisso e fidelidade.
Precisamos refletir sobre algo importantíssimo:
Você deseja sexo ou deseja ser amado?
Esta é uma grande questão. Dizem os especialistas que quando não nos
sentimos amados, então procuramos sexo sem compromisso, sem aliança.
Sexo por sexo apenas.
Então a nossa maior necessidade não é sexo, mas sim ser amado.

Então podemos afirmar que em “algumas puladas de cerca” o que a outra
pessoa está buscando não é sexo, mas sim ser amado.
Pode ser que algumas pessoas que cometem adultério estão buscando
admiração… Romance… Carinho… Elogios… Intimidade… E até mesmo ser
desejado.
Porém a falta destes “mimos” não pode ser pretexto ou consentimento para
adulterar.
Mas vale refletirmos sobre isto:
Por que então deixamos estas coisas se perderem com o tempo de
casamento?
Por que não tentar obter estas necessidades com a pessoa que já dorme ao
seu lado todas as noites?
“O sexo é talvez o meio mais poderoso que Deus criou para nos ajudar a se
entregar inteiramente a outra pessoa” Tim keller.
Duas pessoas casadas, que se amam devem se entregar inteiramente a
outra.
Quanto a esta questão vejamos o que Paulo diz em I coríntios 7: 3 – 5.
Podemos sugerir que as esposas não devem ficar com dores de cabeça o
tempo todo para não serem procuradas…
… E os maridos não devem ficar arrumando outros entretenimentos para
não procurar a esposa.
Em uma relação conjugal não há fracassos individuais.
Carência afetiva pode aparecer tanto nos homens quanto nas mulheres. Se
um falhar em suprir as necessidades do outro, certamente se abrirá uma
brecha para o adultério.
Alguns cuidados que precisamos ter um com o outro.
1) Cuidado com a frieza com que se tratam. Palavras grosseiras,
agressividade e falta de gentileza.
2) Cuidado com a perda do interesse sexual. Isto pode acontecer por
vários fatores. Psicológicos, biológicos e ou emocionais. Procure um
médico especialista.
3) Cuidado com o egoísmo. Casamos para fazer o “outro” feliz. Existem
pessoas que casaram, mas querem continuar com a vida de solteiros.

4) Cuidado com a quebra de acordo. Devemos cumprir o que ficou
acertado entre as partes. (Isto inclui nos gastos, nas contas a pagar, na
educação dos filhos).

5) Cuidado com os relacionamentos virtuais.

6) Cuidado com a pornografia, pois somos homens e mulheres normais e
não profissionais do sexo. Não somos atletas do sexo.
Sem amor e respeito pelo próprio corpo e o do seu próximo, provavelmente
a insatisfação sexual será a sua companheira no leito conjugal.

Quem sabe você tenha quebrado o sétimo mandamento, não em ação, mas
no coração, com olhar impuro.
O que fazer?
Certa vez levaram a Jesus uma mulher que foi pega flagrante em adultério e
queriam saber o que Jesus faria.
A lei mandava que fosse apedrejada… E Jesus disse: Quem não tiver
pecado que atire a primeira pedra.
Todos caíram em si e foram embora sem atirar pedra alguma… Jesus não a
condenou.
Usou de sua graça e misericórdia para com ela e apenas lhe disse: “Agora
vá e abandone sua vida de pecado”. João 8: 1 – 11.
Existem graça e misericórdia da parte de Jesus para conosco.
Jesus deseja hoje derramar o sangue dele sobre o nosso pecado e nos
resgatar para uma vida plena em nossos relacionamentos.
Precisamos abandonar aquilo que está nos tirando à alegria de uma vida a
dois… E desta forma vivermos o “até que a morte nos separe”.

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s