MANDAMENTOS PARA UMA VIDA PLENA (PARTE 8)

furto

Êxodo 20: 15

FURTO

Por que este mandamento “Não furtarás” é tão importante para nós? Será que temos defraudado alguém?

Perante a lei o roubo pressupõe que a vítima estava no local. Já o furto é mais ardiloso, calculado, pelas costas. A pessoa descobre somente depois.

Porém creio que para Deus não existe diferença entre roubo e furto são as mesmas coisas, pois as motivações estão em lesar alguém.

Creio que podemos colocar mais alguns adjetivos nestas questões, tais como: Enganar… Trapacear… Ludibriar… Sonegar… Etc.

Podemos inclusive roubar o coração de alguém, quando isto envolve questões emocionais.

Mas, o que é furto, roubo?

“Tomar algo que pertence ao outro. Enganar para obter vantagem”.

Infelizmente falar sobre roubo neste país da impunidade parece brincadeira. Aqui as leis são desrespeitadas e praticamente quase ninguém vai preso por roubar algo de alguém.

Somos conhecidos como o país do jeitinho… Gostamos de levar vantagem em tudo… Certo?

Será que nós cristãos estamos sendo exemplo de condutas neste quesito? Ou estamos também jogando a ética para escanteio?

Vejamos algumas questões que nos parecem normais:

  1. Dar caixinha para o policial para evitar ser multado.
  2. Falsificar carteira de estudante para pagar meia.
  3. Dar ou receber troco errado.
  4. “Gato net”
  5. Furamos fila
  6. Bater “ponto” dos amigos no trabalho.
  7. Comprar produtos falsificados.

Será que se algum de nós se elegesse a algum cargo político iríamos se corruptos?

O que Jesus disse a esse respeito? “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco também é desonesto no muito”. Lc. 16: 10.

Então, você agiria diferente se tivesse o poder em suas mãos?

 Surge então o dilema de tostines: Somos corruptos porque o governo é corrupto ou o governo é corrupto por isso roubamos também?

O valor da corrupção no Brasil Chega a mais de 50 bilhões de reais por ano.

Será que roubar já faz parte da essência dos brasileiros? Será que esta é a nossa cultura?

Dizem os especialistas na área de R H que os trabalhadores gastam em média 3 horas do dia em seus serviços particulares… Ou seja, dos 5 dias da semana trabalham apenas 4 dias.

Nesta questão relação empregado/patrão o patrão finge que paga e recolhe tudo direitinho e o empregado finge que trabalha demasiadamente.

Percebemos até aqui que a questão do furto ou roubo não está apenas vinculada a questão de se pegar em uma arma e sair assaltando alguém.

Este mandamento vai muito mais além do que a gente imagina.

De que forma deveríamos vivenciar este mandamento?  

Vejamos o que Paulo ensina em Efésios 4: 28 – “O que furtava não furte mais; antes trabalhe fazendo algo útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade”.

O propósito de Deus é que se queremos ter ou possuir alguma coisa deveria ser fruto do nosso trabalho e não roubando ou defraudando de alguém.

Deus ensina que devemos fazer algo útil com as mãos e que isto não seria apenas para proveito próprio.

Ou seja, não basta ao desonesto parar de furtar, mas sim trabalhar para sustento próprio e ainda para ajudar aos outros.

O trabalho não deve ser apenas para enriquecer a nós mesmo… Devemos repartir com outros necessitados.

Em Levíticos 19: 9 10 existem uma lei muito importante: “Quando fizerem a colheita da sua terra, não colham até as extremidades da sua lavoura, nem ajuntem as espigas caídas de sua colheita”. Não passem duas vezes pela sua vinha, nem apanhem as uvas que tiverem caído. Deixem-nas para o necessitado e para o estrangeiro. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês. Não furtem…

Qual é o propósito de Deus nestas questões?

A isto hoje damos o nome de “justiça social”.

Deus deseja nos libertar da ganância!

E de ter aquilo que é dos outros e ainda por cima nos dar um incentivo a sermos generosos com o próximo.

Desta forma acabamos criando em nós uma mente renovada, livre do egoísmo deste século.

Deixe-me fazer uma pergunta: A quem mais você ajuda com os rendimentos do seu trabalho?

Certa vez um jovem perguntou a Jesus: “Quem é o meu próximo?”. E a resposta de Jesus foi à parábola do homem samaritano.

Você ajuda alguém? Ajuda na igreja? Ou o que você ganha é somente para proveito próprio?

Percebemos hoje em dia que até mesmo os mais favorecidos (principalmente artistas) acabam formando “FUNDAÇÕES”, isto para amparo em diversas áreas.

Ou seja, eles aprenderam que o dinheiro não serve apenas para proveito próprio.

E lembre-se: Na parábola dos talentos Jesus disse: “Muito bom, sevo bom e fiel! Você foi fiel no pouco, eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor”. Mt. 25: 21.

Não basta não roubar… Temos que ter um estilo de vida diferente, renovado, rompermos com esta cultura do rouba, mas faz.

Em Lucas 19: 1 – 10: Jesus conta a história de um homem que tinha defraudado muitas pessoas.

Zaqueu é um homem que verdadeiramente teve um encontro com Jesus, vejam o que ele diz: “Olha Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais”.

O evangelho transforma o ladrão em seguidor de Jesus.

Quando Jesus ouviu isto, ele disse: “Hoje houve salvação nesta casa!”.

Quem entende o evangelho de Jesus, tem um coração purificado, renovado, cheio de graça, liberto da ganância de ter e possuir o que é dos outros.

E quem tem o coração liberto por Jesus deseja abençoar pessoas, se envolver com pessoas e ajudar pessoas.

Quem tem um encontro com Jesus em vez de defraudar pessoas, agora ela abençoa pessoas.

Que Jesus Cristo assim nos ajude a viver o seu evangelho, não furtando nada de ninguém.

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s