MANDAMENTOS PARA UMA VIDA PLENA (PARTE 6)

Descubra-a-Plenitude-830x450

Êxodo 20: 13

Assassinato

As leis são regras que regem os princípios e valores de um povo. Serve para manter a liberdade e o respeito de cada pessoa.

Sempre que Deus dá uma ordem ao povo ele termina com a seguinte frase: “Para que tudo te vá bem”, Ou seja, quem quer viver uma vida plena deve obedecer aos princípios estabelecidos por Deus.

Precisamos aprender a ouvir através da palavra o que o Deus ensina a respeito da vida.

Deus é o autor da vida e por isso ele nos dá este mandamento: “NÃO MATARÁS”. Somente Deus tem o poder sobre a vida e a morte.

Matar está ligado a homicídio e assassinato. E o que isto quem a ver para nós hoje?

Será que existe algum homicida entre nós? Então por que esta mensagem é tão importante?

Segundo dados do governo no ano de 2015 tiveram 59.960 homicídios.

Estamos cada vez mais violentos e ficamos cada dia mais anestesiados com relação à violência no Brasil.

Assassinato é ultrajar aquilo que Deus criou: A vida.

A morte é uma agressão a Deus e não faz parte do plano original de Deus.

 Infelizmente no Brasil estamos matando mais pessoas do que na guerra Irã x Iraque.

Então, não dá mais para fazermos vistas grossas para a questão da violência no Brasil. Ninguém mais fica tranquilo ao parar em um semáforo ou andar pelas ruas.

Estamos nos tornando reféns do medo: Colocarmos grades nos portões, sistema de vigilância, câmeras por todo lugar.

E se alguns pudessem, comprariam uma arma para se proteger.  

 

    Medo, pânico… Muitos estão vivendo assim hoje.

 

    Estamos nos tornando escravizados por este terrível faraó chamado violência.

 

    E temos que cumprir um mandamento de Deus: Não matarás.

 

    Quais são as razões deste mandamento?

 

  1. A vida é dada por Deus e caba somente a Ele tirá-la.

 

    Deus valoriza a vida. E tenham certeza, muito mais do que estas campanhas publicitárias que vemos.

 

    Se Deus valoriza a vida podemos refletir a respeito da legalização do aborto… Da eutanásia… Da pena de morte.

 

    Quando Deus fala em não matar, ele está falando a respeito de vida e não de morte.

 

    Alguns que conhecem um pouco mais a bíblia poderiam perguntar: Mas Deus também manda matar!

 

    Sim é verdade, às vezes Deus manda matar, mas em qual situação?

 

    Reparem que quando uma cidade chegava ao mais alto índice de violência, inclusive consagrando crianças a morte e Deus havia se “esgotado” em sua paciência, então ela manda destruir este povo.

 

    Chega uma hora que Deus manda punir quem tira a vida, pois eles não respeitavam a vida.

 

    Um exemplo disto é a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra. Deus mesmo pune estas cidades com a morte e por que:


    “Porque o clamor contra Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, porquanto o seu pecado é muito grave”. Gn. 18: 20.

 

    Será que os pecados destas cidades eram apenas sexuais? Vejam o que o profeta Ezequiel diz a esse respeito:

 

    “E esta foi à malignidade de tua irmã Sodoma: ela e suas filhas eram arrogantes; tiveram fartura de alimento e viviam sem a menor preocupação; não ajudavam os pobres e os necessitados”.  Ez. 16: 49.

 

    Arrogância e fartura, poucos com muito e muitos com pouco… Isto certamente vai causar destruição, logo vamos entrar em colapso.   

 

    Uma cidade onde impera o ministério da iniquidade, certamente será destruída.

 

    O que é este ministério da iniquidade? É rebelião contra tudo que se chama Deus.

 

    Vejam como estamos a caminho da destruição com leis que vão contra os princípios da palavra de Deus.

 

 

  • Razões para não matar: Fomos criados a semelhança de Deus.

 

 

    Quem está por trás de toda esta violência?

 

    Quem tem prazer em destruir o homem criado a imagem e semelhança de Deus é o diabo. Ele é quem tem prazer na morte… Deus tem prazer na vida.

 

     Quando os fariseus discutiam com Jesus quem eram os filhos de Deus, Jesus respondeu:

 

    “Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o principio e não se apegou a verdade, pois não há verdade nele. Jo. 8: 44.

 

    Ou seja, quem é mentiroso é homicida e quem tem desejos homicidas não conhece a Deus de verdade.

 

 

  • Razões para não matar: Após a queda, a violência está arraigada em nós.

 

 

    A queda, o pecado causou uma grande disfunção entre nós.

 

    Nosso coração está carregado com desejos vingança, de ira, de ódio, inveja, ciúmes e de fazer justiça com as próprias mãos.

 

    Quando Caim estava para matar seu irmão, Deus lhe disse: “… saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”. Gn. 4: 6.

 

    Precisamos aprender a controlar o ímpeto do nosso coração, se não acabamos pecando (matando) nosso próximo.

 

  1. Razões para não matar: Com a queda acabamos perdendo nosso senso de justiça.  

 

    Com a queda e o pecado, nosso senso de justiça entrou em colapso. Fazer justiça com as próprias mãos pode ser uma forma equivocada.

 

    Vingança não é sinônimo de justiça.

 

    Quando vamos julgar, sempre acabamos julgando pelas aparências ou por afinidade com uma das partes.

 

    Infelizmente no Brasil nosso sistema de justiça também é totalmente falho e corrompido, mas isto não nos dá o direito de agir por conta própria.

 

    O que Deus deseja ensinar com este mandamento “Não matarás?”.

 

    Precisamos acima de tudo reaprender a valorizar a vida.

 

    Fazermos todo o esforço possível para não matar e ser contra toda forma de violência que gera morte.

 

    Isto implica inclusive a lutarmos contra o suicídio, que é atentar contra a própria vida.

 

    Continue lutando contra toda forma de depressão, se cuide, se trate e livre-se de pensamentos suicidas. Busque ajuda sempre.

 

    Precisamos também estar atento a toda forma de assassinato.

 

    Vejam o que Jesus disse a respeito deste mandamento: Não matarás: Mt. 5: 22.

 

    “Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão, estará sujeito a julgamento. Também qualquer que disse a seu irmão “Racá” será levado ao tribunal e qualquer que disse “louco” corre o risco de ir para o fogo do inferno”.

 

    Jesus elevou este mandamento ao extremo, pois existem outras formas de matarmos, assassinarmos pessoas.

 

    Jesus está falando em matarmos alguém com palavras, destruir a autoestima das pessoas.

 

    Palavras podem ser tão mortíferas como tiros de uma arma de fogo.

 

    Quando você ri, despreza ou debocha, comete bullying (que é uma forma de violência física ou psicológica), você está matando a outra pessoa.

 

    Quem se ira contra seu irmão, já matou no coração.

 

    “Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha e não deem lugar ao diabo”.  Ef. 4: 26.

 

    Devemos apaziguar a ira em 24 horas, não permitir que a amargura destrua nossa alma e não podemos dar a mínima chance para o diabo entrar e fazer um estrago.

 

    Quem não se controla acaba se tornando um grande coveiro.

 

    Coveiros estão presos ao passado… Nunca esquecem, não perdoam. Não amam.

 

    O coveiro acaba visitando o túmulo todas as vezes que se lembra da pessoa a quem não perdoou.

 

    REFLEXÃO:

 

     Precisamos observar com cuidado os sentimentos que carregamos no coração, pois podemos estar atentando contra a própria vida e contra a vida do nosso irmão.

 

    Precisamos aprender a respeitar nossos limites e saber quando pararmos para não cairmos, assim como Caim caiu.

 

    Precisamos aprender a valorizar a nossa vida e enxergarmos nosso irmão da mesma forma que Deus no vê… Como pessoas caídas e que estão sendo transformadas pelo poder de Deus.

 

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s