FÉ EM TEMPOS DE CRISE

Por Edgard Bacchini

II Reis 4: 1 – 7

Vivemos em tempos de crise: Financeira, emocional e espiritual.

Existe falta de dinheiro no meio do povo, as pessoas estão cada dia mais endividadas, sem perspectivas de melhoras em curto prazo.

Neste texto vemos que uma viúva, esposa de um pastor, vai até o profeta Eliseu e lhe expõe sua questão.

Teu servo morreu, ele temia ao Senhor, mas ficou endividado. Agora veio uma pessoa a quem ele devia muito e quer levar meus dois filhos como escravos em troca da dívida.

Eliseu lhe faz uma pergunta: Como posso ajudá-la? O que você tem em casa?

O marido morreu e não lhe deixou nada. Nenhuma herança, nenhum seguro de vida, seguro desemprego, bolsa família.

Absolutamente nada, nenhuma provisão e nenhum sustento, Nem ao menos a cesta básica do mês.

A viúva disse a Eliseu que não lhe restou absolutamente nada a não ser uma vasilha de azeite.

Então o profeta diz à mulher que peça emprestada o maior número possível de vasilhas aos vizinhos e depois se tranque dentro de casa com os filhos e divida o óleo nas vasilhas emprestadas.

Então fizeram isto. Os meninos saíram por toda a vizinhança, pediram panelas, baldes e vasos emprestados.

Ela se tranca dentro de casa com os filhos e começa a derramar o azeite nas vasilhas vazias. Ela encheu todas as vasilhas e quando não tinha mais nenhuma o azeite parou de correr.

A viúva se apresenta novamente ao homem de Deus que lhe disse, Vá venda o azeite e pague suas dividas.

Precisamos entender algumas verdades espirituais neste texto:

Quem sabe estamos nos sentindo como aquela viúva, sem esperança, sem perspectivas, endividados, com filhos para criar e com fome.

Ou quem sabe ainda estamos vivendo outro tipo de crise: Crise espiritual, escassez espiritual, vazio espiritual.

O profeta Amós fala a respeito dos nossos dias: Estão chegando os dias, declara o Senhor, o Soberano em que enviarei fome a toda esta terra; não fome de comida nem sede de água, mas fome e sede de ouvir as palavras do Senhor. Os homens vaguearão de um mar a outro, do Norte ao Oriente, buscando a palavra do Senhor, mas não a encontrarão. Amós 8: 11, 12.

Quem sabe estamos buscando direção, buscando sair da crise correndo de um lado para o outro em busca de uma palavra ou uma profecia.

Estamos correndo atrás de um milagre, algo sobrenatural, algo que mexa com os nossos sentimentos e nos liberte da opressão e vazio existencial.

Temos a necessidade de sermos alimentados e precisamos de algo que nos satisfaça.

Eliseu neste texto representa a figura de Deus.

Então aquela viúva toma a decisão correta. Ela se apressa em entrar na presença de Deus. Ela busca a direção de Deus para sua vida.

Ela chega diante da presença de Deus e relata a sua real situação. Fala dos seus temores, das suas dívidas. Fala a respeito dos seus filhos e o medo de perdê-los.

Amados, da mesma forma que fez aquela viúva, precisamos entrar na presença de Deus. Buscar a presença de Deus.

Precisamos nos lembrar de suas palavras, de suas promessas e que Ele é fiel em todas as suas promessas.

Já fui jovem e agora sou velho, mas nunca vi o justo desamparado e nem seus filhos mendigando o pão. Sl: 37: 25.

Em Isaias 41 Deus se torna o nosso ajudador: Eu te escolhi, eu te chamei. Você é meu servo e não o rejeitei; Por isto não tema, eu estou com você, eu o fortalecerei, eu o ajudarei e o segurarei com a minha mão direita.

Amados, temos promessas de Deus a nossa disposição e sabemos que Ele é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou imaginamos.

Então você precisa buscar a presença de Deus, entrar na presença de Deus e buscar a sua face.

Somente a presença de Deus nos satisfaz.

Ao ouvir a queixa da mulher, o profeta lhe faz uma pergunta: O que você tem em casa?

Ela então lhe responde: Somente uma vasilha com um pouco de azeite.

Amados, temos também um vazo com um pouco de azeite que é o teu e o meu coração.

O segredo espiritual na vida de um cristão é o Espírito Santo. Se você tiver em seu coração um pouco de azeite já é o suficiente para Deus mover todas as coisas.

a) Sem a presença do Espírito Santo nos tornamos pessoas frias e calculistas.

b) Sem a presença do Espírito Santo olhamos apenas para o visível.

c) Sem a presença do Espírito Santo enxergamos apenas aquilo que é possível aos nossos olhos.

Saiba de uma coisa: Deus opera grandes milagres em vasos vazios.

Precisamos nos esvaziar do nosso orgulho, nos esvaziar da nossa vaidade, nos esvaziar da nossa arrogância.

Precisamos nos esvaziar do nosso ego, do nosso amor ao dinheiro.

Precisamos nos esvaziar no facebook, do whatsapp, das redes sociais.

Mas precisamos nos encher com o Espírito Santo.

Não vos embriagueis com vinho, mas enchei-vos do Espírito Santo. Ef. 5: 18.

Estamos embriagados com tantas coisas deste mundo que não temos mais tempo para nos encher com o Espírito Santo.

Eliseu orienta a viúva em como proceder:

“Depois entre em casa com seus filhos e feche a porta”.

Fechar a porta aqui tem um significado muito importante: Separação do mundo.

Se abstenha das coisas deste mundo. Feche a porta da tua casa para a mentira, para o engano, para a boca maledicente, para a língua que difama e fala mal das pessoas.

Feche a porta para as coisas desonestas, para a imoralidade sexual, para as novelas, para a bebida.

“A amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus” Tiago: 4; 4.

Entra com os teus filhos dentro de casa, com os vasos vazios e feche a porta.

Isto significa intimidade com Deus.

Quando desejo intimidade do meu lar, eu fecho a porta.

Por que não temos intimidade com Deus? Por que não estamos fechando a porta.

Você não bebe, não fuma, não joga, não fica nas baladas da vida… Mas também não tem intimidade com Deus.

Se na tua vida existe tempo para tudo, menos tempo para intimidade com Deus, você está perdendo tempo.

Jesus mesmo nos ensinou: “Mas quando você orar vá para o seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará”. – Mt 6: 6.

A melhor oração não é aquela feita nas vigílias de oração, nos círculos de oração e nem feita na igreja. A melhor oração é aquela que você faz as portas fechadas onde você derrama sua intimidade na presença de Deus.

Quando aquela viúva terminou de encher os vasos, ela volta ao profeta de Deus.

Ele lhe disse: Vá, venda o azeite e pague suas dividas.

Amados, o óleo do Espírito Santo que Deus quer derramar sobre nós é abundante, é para sobrar, é para transbordar para que nunca mais nos peguemos vazios e esgotados.

a) Um vaso que transborda é um vaso que Deus usa, é um vaso que está pronto para o serviço.

b) Um vaso que transborda, enche outros vasos vazios.

c) Um vaso que transborda vê sua fé crescer, mesmo em tempos de crise.

d) Um vaso que transborda experimenta milagres de Deus.

Ouse ser cheio do Espírito Santo.crise

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s