REFLEXÕES QUE NOS AJUDAM A CONTINUAR

f906cdfb6e4295a420560021843864a4

Romanos 8: 28 – 39

Creio que este ano que está findando foi um dos piores anos destas últimas
décadas.
Foi um ano de muita instabilidade política, financeira e por que não
emocional e espiritual também.
Muitos aqui ainda passaram por crises de emprego, crises familiares e ainda
enfermidades. Muitos enfrentaram e estão enfrentando verdadeiras
tempestades em suas vidas.
Diante de um quadro destes, sabemos que todas estas questões mexem
com nossas emoções e nossa fé.
Este texto escrito pelo Apóstolo Paulo é de suprema grandeza para nos
ajudar a refletir sobre a vida, a fé e de como podemos continuar a confiar em
Deus, apesar tantos atropelos da vida.
Paulo diz que “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem
daqueles que o amam”.
Quando ele usa esta expressão “sabemos” é por que ele tem a convicção
de quem é de Jesus sabe, conhece e confia que Deus tem o melhor para sua
vida.
A conclusão é que você sabe e deve apoderar-se disto: Que Deus,
independente da circunstancia vai agir para o seu bem.
A bíblia versão revista e atualizada diz assim a respeito deste texto:
“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a
Deus”.
Sim, verdadeiramente tudo o que estamos vivendo vai acabar de certa
forma em benção para sua vida.
O que Paulo está dizendo é que até mesmo as tempestades da vida podem
ser pedagógicas, ou seja, sempre tem algo para se aprender com elas.
Diante disto, Paulo faz quatro perguntas que podem ajudar a estimular
algumas reflexões.
1) Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Diante de acidentes, doenças, mortes… Diante das crises econômicas e ou
políticas… Diante de mentiras, angustias e traições… Diante de um divórcio,
uma demissão ou desilusão que atua contra nós a pergunta de Paulo ainda é a
mesma: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”.

De que forma você vai reagir quando estas coisas sobrevierem sobres
nossas vidas?
Vitimando-se? Responsabilizando os outros? Duvidando do amor de Deus?
Precisamos estar seguros desta verdade: “Deus é por nós e ninguém será
contra nós”.
2) Aquele que não poupou o seu próprio filho, mas o entregou por
todos nós, como não nos dará juntamente com ele, e de graça
todas as coisas?
A ansiedade é um dos grandes males do nosso tempo.
E a pergunta que não quer calar é: “como será o amanhã? O que irá me
acontecer?”.

Esta pergunta é para que nunca duvidemos que Deus está cuidado de nós,
ainda que em meio as dores e lutas que possamos passar.
Na verdade o que Paulo está dizendo é: “Se na cruz Deus nos deu o
melhor, por que o medo de perder algo?”.
Confie que Deus dará tudo o que você precisa. É Deus quem sustenta a sua
vida.
Davi responderia assim a esta questão: O Senhor é o meu pastor e nada
me faltará.
Paulo diz para confiarmos que Deus nos ama e que supre cada uma das
nossas necessidades.
3) Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus?
Somos constantemente afligidos por sentimentos de culta.
Porém, se Cristo nos justifica, quem pode nos condenar?
Precisamos reaprender a viver aquilo que Jesus fez em nós e por nós.
Não é o que fazemos, mas sim o que Jesus fez. O único que pode nos
acusar é o mesmo que nos justifica.
Não se envergonhe do que as pessoas falam, façam ou te julguem. Isto não
poderá mudar em nada aquilo que Jesus fez. Ninguém pode te condenar.
Tenha uma mente sã, pura e sadia diante de Deus. Somente ele conhece
suas batalhas e as lutas interiores do seu coração.

E a quarta e última pergunta para refletirmos é esta:
4) Quem nos separará do amor de Cristo?
Muitas vezes temos o sentimento de que Deus se esqueceu de nós e que
temos remado sozinhos contra uma grande correnteza.
Paulo viveu todas estas questões: Tribulação, angustia, perseguição, fome,
nudez, perigo, espada.
Paulo parecia que enfrentava a morte todos os dias e ele certamente
poderia dizer que Deus se esqueceu dele.
Mas em vez disto ele dizia que nem a morte e nem a vida, nem anjos ou
demônios poderiam separar ele do amor de Jesus por sua vida.
Ele não se sentia abandonado ou desamparado, sentia-se amado por Deus.
Paulo vivia com uma convicção sobre sua vida: Todas as coisas
cooperam para o bem daqueles que amam a Deus.
De qualquer forma, Paulo sabia que tudo o que ele passou iria acabar em
bem.
Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele
que nos amou.

 

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s