GUERRA (IN) VISÍVEL – DE VOLTA A VIDA

05174507_68569_GDO

Marcos 5: 1 – 20

Jesus acaba de enfrentar uma violenta tempestade e agora se depara com um homem violento. Um homem agitado, indomável, possesso por um demônio.

Este homem estava nu e feria-se com pedras. Às vezes conseguiam prendê-lo com ferros e correntes e ele quebrava tudo com uma força descomunal.

Ninguém conseguia dominar aquela situação. Satanás roubou tudo o que aquele homem possuía: A família, sua liberdade… A saúde física e mental… Satanás roubou a sua dignidade e sua paz.

Havia dentro dele uma legião de demônios. Um exército invisível entrou e estava causando a destruição de uma vida.

A possessão demoníaca não é apenas uma doença mental. Aquele homem não estava no controle de si mesmo. Ele era apenas um joguete nas mãos de satanás.

Ele se tornou seu próprio inimigo. Foi viver no meio dos sepulcros, sim em um cemitério. Que situação horrível!

Vivemos em uma cultura em que foi decretada a “morte de satanás”.

Hoje possuímos muitos recursos intelectuais para acreditar na influencia demoníaca e na possessão de demônios.

Mas vejam o que diz Wellington Zangari, professor de Psicologia da USP: “Mesmo dentro do mundo cientifico e acadêmicos, entre médicos e psicólogos existe uma grande polemica”.

Diz ele ainda: “Os profissionais de saúde não sabem os limites entre o que pode estar ligado ao mundo religioso e o que pode ser um problema neurológico ou psicológico”

“Jamais será papel de a ciência negar e nem afirmar a existência do mundo sobrenatural”.

Um exemplo: Certa vez empreguei um ex-presidiário. Ele cometia assalto à mão armada e seu maior prazer era espancar as pessoas que assaltava. Foi preso e depois por causa da sua violência contra outros detentos e os carcereiros foi internado no manicômio judiciário.

Ali alguém lhe pregou a palavra e expulsou o demônio que atuava na vida daquele homem. Hoje ele vive livre, constituiu família e é um pregador da palavra de Deus.

Quem é este homem do texto?

Não temos um nome, apenas sabemos o que se tornou a vida deste homem… Se é que podemos chamar isto de vida.

Porém, creio que a vida deste homem é apenas um retrato de todos nós.

A bíblia afirma que há um espírito que atua nos filhos da desobediência.

Este espírito torna as pessoas furiosas, violentas e indomáveis, arrogantes, presunçosos, blasfemos.

Muitas pessoas se transformam em verdadeiros monstros. Sem amor pela família, desobedientes aos pais, irreconciliáveis, cruéis. Mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus.

Estamos vivendo em uma sociedade que está dando mais valor aos porcos do que a uma vida humana… Basta ver a morte daquele modelo na  SP faschion week.

É desta forma que “o mundo” prega o amor. O show não pode parar. Estamos dando mais valor à manada de porcos do que a uma vida humana.

Mas, Jesus atravessou um mar em fúria para libertar um homem feito a sua imagem e semelhança.

O filósofo Luiz Felipe Pondé, falando a respeito das “sombras do humano” diz que temos vocação para o mal.

Diz ele: O ódio e o mal no homem e na mulher é algo intrínseco. Suas formas são variadas… “somos um animal assustado, acuado, insatisfeito, que compara sucessos, que se sente injustiçado em sofrimento contínuo”.

Diz ele ainda: “Vivemos em uma política de mentira sistemática que fazem o homem um exilado em si mesmo, sem condições de olhar a si mesmo no espelho e ver que a escuridão também o habita e o constitui”.

Até aí nenhuma novidade do que a bíblia já afirma há muito tempo atrás. “Não há nenhum justo, nem um sequer… Todos se desviaram… Não há ninguém que faça o bem… ruína e desgraça marcam os seus caminhos e não conhecem o caminho da paz”. Rm 3: 9 – 18.

O que Jesus faz por nossas vidas?

Jesus libertou este homem da escravidão dos demônios.

“Para isso o Filho de Deus se manifestou; para destruir as obras do diabo”.  I João 3: 8.

Jesus é o libertador do homem. Aonde Jesus chega os demônios tem que bater em retirada.

Mediante o poder da palavra de Jesus, os demônios se submetem, saem e o homem fica liberto da escravidão.

Jesus devolve a vida aquele homem.

Aquele homem havia perdido a dignidade. Vivia perturbado, dia e noite ficava correndo de um lado ao outro, inquieto.

Agora se encontra assentado aos pés de Jesus! Que coisa maravilhosa.

A alma cansada de tanto sofrer encontra paz, sossego e alivio aos pés de Jesus.

O homem agora se encontra vestido.

Antes ele andava nu. Perdeu o próprio respeito e a decência.

A prova de uma conversão é a mudança no corpo e na mente.

Aquele homem agora se encontra em perfeito juízo.

Jesus restituiu a sanidade mental àquele homem. Jesus restaura a sua mente, seu corpo, sua alma.

Ele deixa de ser violento. Já não oferece mais perigo nenhum a sua família e nem a sociedade.

Satanás transforma homens em porcos. Jesus liberta para uma nova vida.

Caso você ainda não percebeu, estamos todos vivendo neste mesmo aspecto e contexto.

Estamos vivendo escravizados, presos por cadeias, correntes… Estamos nus… Enfrentando a fúria dos homens e seus gritos da alma.

Estamos ainda correndo atrás do sentido da vida. Como disse Arnaldo Antunes em sua música “socorro”.  Socorro eu não estou sentindo nada, nem medo, nem calor, nem fogo. Não vai dar mais para chorar, nem pra rir. “Socorro, alguém me dê um coração, que esse já não bate, nem apanha”.

Estamos nos ferindo com os cacos que a vida nos dá.

Estamos ainda vivendo como mortos em nossas transgressões e pecados, sendo dominados pela ordem deste mundo e influenciados pelo príncipe do poder do ar. Pelo espírito da desobediência. Ef.2: 2.

Porém o que Jesus fez e faz?

“Pois Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados”. Col. 3: 13,14.

Jesus é o nosso substituto. Ele já sofreu tudo isto em nosso lugar. “Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades”… Ele foi transpassado por causa das nossas transgressões e esmagado por causa da nossa iniqüidade. O castigo que nos trouxe a paz estava sobre ele e pelas suas feridas fomos curados. Isaias 53.

Tudo isto, para que pudéssemos receber o amor e o perdão de Deus.

Quando recebemos e reconhecemos o Senhorio de Jesus Cristo sobre todas as coisas, somos destronados do príncipe deste mundo.

Aquilo que nos escravizava já não tem mais efeito algum. Satanás perde o seu poder sobre nós.

Recuperamos o perfeito juízo e podemos voltar para casa, para a família e ainda anunciar o que Jesus fez por nós.

Jesus deseja continuar fazendo isto ainda hoje.

Ele quer nos libertar do império das trevas para andarmos em sua luz.

Jesus que você de volta à vida. Ele já morreu a sua morte para vivermos sua vida.

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s