A VOZ DO ESPÍRITO E A IGREJA (SARDES)

ouvido-1

Apocalipse 3: 1 – 6

Sardes estava situada no alto de uma colina, amuralhada e fortificada. Sentia-se imbatível, pois precipícios protegiam a cidade.

A segurança desta cidade estava no poder das muralhas que era tão grande que eles dormiam tranqüilos e relaxadamente.

Porém por duas vezes ela foi atacada. Certa vez Ciro, rei da Pérsia cercou a cidade e quando os soldados estavam dormindo, ele penetrou com seu exército por um buraco na muralha.

Mais tarde os gregos fizeram a mesma coisa, porém além da presença militar eles implantaram toda a filosofia grega, conquistando não as cidades, mas a mente e o coração daquela cidade.

Os gregos conquistaram a alma da cidade. Os romanos tinham poderia militar, porém os gregos poderios de pensamentos. Implantam pensamentos filosóficos.

Sardes vivia do passado de glórias… Pensavam que poderiam ficar tranqüilos, por isto dormiam o sono dos justos… E a igreja de Sardes vivia da mesma forma.

Jesus se apresenta a igreja de Sardes como àquele que tem os sete espíritos de Deus.

Os sete espíritos significam a obra completa de Jesus sobre a igreja, pois somente o Espírito Santo de Deus pode vivificar uma igreja morta.

Ou seja, Jesus conhece a igreja, ele sabe que a igreja vive de aparência de estar viva, mas ela está morta.

Sardes em vez de ser uma igreja influenciadora, ela se tornou influenciada pelo espírito da cidade.

A igreja estava cheia do espírito da cidade em vez de estar cheia do Espírito Santo de Deus, por isto ela se tornou uma igreja morta.

O Espírito Santo é aquele que vivifica uma igreja morta.

Isto nos trás a imagem do vale de ossos secos. Na igreja existem ossos sendo ajuntados, tendões colocados, musculatura refeita, corpo inteiro montado, mas sem vida.

Somente quando o Espírito de Deus é soprado é que existe vida. Por isto a igreja precisa clamar pela presença gloriosa do Espírito Santo de Deus.

O primeiro passo para um reavivamento é ter a consciência de que há na igreja crentes mortos e outros dormindo e que precisam ser despertados.

Jesus da um aviso urgente a igreja: “Esteja atento!”.

Jesus pede para a igreja ser vigilante, prestar atenção.

A igreja precisa estar atenta a quem? Prestar atenção em quem?

Precisamos olhar para o próprio coração. Olhar para dentro. Precisamos olhar para dentro de nós mesmos e ver se apenas temos fama de estar vivo, mas por dentro morrendo.

Aquela cidade foi atacada pelo ladrão, à noite, por uma brecha na muralha… E Jesus está dizendo, vigia e preste atenção, cuidado.

Você está sendo minada, vai ser atacada, roubada e vai chegar a hora que você vai ser roubada de você mesma. Você já não vai saber discernir quem você é!

Mas se você não estiver atento, virei como um ladrão e você não saberá que hora virei contra você. (3-b).

Prestem atenção! Aqui no caso quem vem como um ladrão é o próprio Jesus. Ele mesmo vai retirar de você o pouco que restou de você mesma.

Fique atente! Fortaleça o que resta e que estava para morrer. (2).

Parecem-nos que naquela igreja existiam pessoas mortas, muitos que estavam à beira do abismo, outras derrapando na curva da morte e Jesus dizendo… Fortaleça o que resta.

Como igreja não podemos viver de um passado glorioso, de quem fomos ou do que fizemos para o Reino.

Existe uma necessidade básica na igreja, se fortalecer cada dia mais, se encher do Espírito Santo cada dia mais, pois ninguém vive de passado.

Hoje é dia de salvação, hoje é dia de avivamento, hoje é dia de ouvir a voz do espírito e não endurecer o coração, hoje é dia de vida.

A igreja precisa romper com este estado de letargia espiritual e viver a sua melhor versão. Hoje é dia de vivificar a alma.

Se existe algo que estava para morrer, hoje é dia de vida. Lembre-se do que você ouviu e recebeu; obedeça e arrependa-se.

Você ouviu o evangelho de Jesus, você recebeu algo que é eterno que é imutável.

Você mudou, você deixou morrer, você se distanciou, mas Deus não mudou nada daquilo que você ouviu e recebeu.

Obedeça e arrependa-se!

Obediência à palavra provoca arrependimento.

A palavra de Deus é viva e eficaz e somente quem aceita o que está escrito na palavra pode passar pelo processo de transformação.

Arrependimento é mudança. Mudança de mente, de atitude, de pensamentos. Arrependimento é ter a consciência a respeito da verdade e caminhar na verdade.

Se não existir arrependimento, Jesus virá e levará o pouco que resta da vida dele em nós.

A pior coisa que pode nos acontecer não é a morte, mas é vivermos sem a presença de Jesus.

Hoje é o dia que você pode pedir e clamar um avivamento em sua vida, um derramar do Espírito Santo sobre você para que você volte a viver.

Mas, existem na igreja alguns poucos que não contaminaram as suas vestes.

Vestes brancas é símbolo de festa, de pureza, de felicidade, de vitória.

A noiva se apresenta ao seu marido com vestes brancas, de quem vai andar a vida toda ao lado daquele que ela ama.

Andar com Jesus é viver em santidade… È retirar a maquiagem de quem tem fama de estar vivo e está morto, pois está de alimentando da mentira.

Vestes brancas são para aqueles que querem deixar o disfarce da vida e viver na graça de Deus confessando o seu pecado.

Jesus nos conhece. Ele sabe quem você realmente é!

“Enquanto eu mantinha escondido os meus pecados o meu corpo definhava de tanto gemer, pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando”. (sl 32: 3,4).

“Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados”. (Sl 32: 1).

“Bem aventurados aqueles que lavam as suas roupas no sangue do cordeiro”. Ap. 22: 14.

Hoje é dia de fazermos uma escolha: Estar vivo ou apenas parecer vivo.

Qual será a sua escolha?

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz as igrejas”.

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s