O PEDIDO DE SOCORRO DE UM PAI

maos_20150205_pd

Marcos 9: 14 – 29

Vivemos um tempo em que a família está sendo atacada por todos os lados.

O império das trevas não tem dado trégua e vem destilando seu veneno com mais força e suas artimanhas ainda maiores para enveredar suas presas.

Encontramos neste texto um pai desesperado que vai ao encontro de Jesus pedir ajuda, pois sabe que o seu filho foi alvo de satanás.

O diabo invadiu a sua casa e está arrebentando com sua família. Neste caso ele está agindo na vida do filho, tentando destruí-lo.

Mas o diabo é astuto e age de várias formas e de várias maneiras. Ele pode estar agindo através do marido, da esposa, dos filhos ou de circunstancias adversas tentando com todos seus ardis desestabilizar e destruir as famílias.

Por isto, mais do que nunca em nosso tempo a família está precisando buscar ajuda aos pés de Jesus. Ele é o único que pode impedir o ataque infernal que sobreveem às famílias.

De que forma você está se preparando para neutralizar este ataque infernal?

Vejam bem, muitos países, além de ter o seu próprio míssil nuclear para atacar, eles possuem também o antimíssil para destruir ataques nucleares.

Mas, e sua família? Qual é a arma de ataque que ela possui? E qual é a arma de defesa que ela possui?

Vejam algo surpreendente: Antes mesmo deste pai se encontrar com Jesus, ele havia pedido aos discípulos para expulsar o demônio do seu filho.

E eles não conseguiram expulsar aquele demônio. Por quê?

Nove dos doze discípulos estavam discutindo religião com os mestres da lei, os outros três, Pedro, Tiago e João haviam subido ao monte para orar com Jesus.

A estes nove discípulos e mais os mestres da lei, Jesus acaba os chamando de “geração incrédula” e que estava apenas suportando aquela geração.

Vejamos bem: Um pai desesperado vai procurar ajuda e encontra a igreja reunida, porém era uma igreja sem poder espiritual.

Hoje existem muitas pessoas desesperadas precisando de ajuda e a igreja é o lugar onde elas deveriam encontrar socorro.

Mas a igreja está sem poder, sem vigor espiritual e Jesus chama a falta de poder espiritual de incredulidade.

Uma geração incrédula é aquela que crê e que faz parte da igreja, mas que não age com de acordo com o que confessa crer.

É uma geração que não se prostra mais aos pés de Jesus, que não O busca que não O adora que não medita em suas palavras.

É uma geração de encontros sociais, de conversas triviais e vazias e que não buscam a Jesus em oração.

Prestem atenção: O diabo está destruindo os sonhos de uma família, seus demônios estão atacando a família e já há sinais de desespero na família.

Mas, o que esta família está fazendo para enfrentar os ardis de satanás?

Ela está perdendo o tempo com conversas vãs e discutindo tolices e correndo atrás daquilo que não vai salvá-las e libertá-las.

Precisamos agir da mesma forma que aquele pai fez.

Ele não se acomodou com a situação e nem mesmo com a falta de fé dos discípulos… Ele foi ao encontro de Jesus.

  1. Ele contou para Jesus todas suas magoas e frustrações e anseios.
  2. Pediu para que Jesus tivesse compaixão dele e de sua família e viesse ajudá-los.
  3. Pediu para Jesus ajudá-lo a vencer a sua incredulidade e falta de fé.

Tudo é possível para àquele que crê!

Jesus então repreende aquele espírito maligno que estava atuando na vida daquele menino ordenando que nunca mais entrasse nele novamente.

O espírito saiu, o menino ficou como morto, mas Jesus o tomou pela mão e o levantou… E ele ficou em pé.

Quem na sua casa vai se colocar diante de Jesus?

Pode ser o pai, pode ser a mãe. Pode ser o filho buscando ajuda em favor da sua família.

Pode ser a esposa em favor do seu marido. Pode ser o Marido em favor de sua esposa ou pode ser a família toda buscando a Jesus.

Uma coisa eu sei, não podemos ficar indiferentes aos ataques de satanás e ver nossa família ser destruída.

Algumas questões importantes para refletirmos:

  1. Existem vários tipos de demônios: Há demônios mais resistentes que outros, ou seja, existe uma hierarquia no reino das trevas.

    Precisamos estar preparados para enfrentar todas as investidas do inferno, sejam elas quais forem.

2. Os discípulos não oraram: Não existe poder espiritual sem oração. O poder vem do alto, de uma vida com Deus.

    A essência da oração é comunhão com Deus. Lembre-se que o contexto é que Jesus juntamente com Pedro, Tiago e João estavam em um lugar reservado buscando a Deus em oração.

3. Os discípulos não jejuavam: O jejum nos esvazia de nós mesmos e nos reveste com poder.

    Quando jejuamos nos tornamos totalmente dos recursos de Deus para nossas vidas.

4.Precisamos deixar de ter uma fé tímida: Aquele homem, mesmo sabendo que possuía pouca fé pediu para que Jesus lhe desse mais fé para vencer a incredulidade.

    A fé não olha para as adversidades e para as circunstancias. A fé olha para as possibilidades de Jesus.

    Que possamos como família buscar a Jesus e certamente ele nos tomará em suas mãos e nos levantará.

    TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRÊ!

 

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s