MANDAMENTOS PARA UMA VIDA PLENA (PARTE 9)

ddl-diffamazione

ÊXODO 20: 16.

Falso testemunho.

Uma palavra proferida não tem volta. Se você espalhar falsas notícias de alguém, certamente prejudicará esta pessoa.

Sempre antes do depoimento em um tribunal de justiça, o juiz tem a obrigação de compromissar a testemunha a dizer a verdade, sob pena de ela correr o risco de ser processada pelo crime de falso testemunho. (perjúrio).

Em nosso dia a dia somos sempre confrontados com a opção de falar bem ou mal de alguém. Ou seja, esclarecer o fato ou aumentar o fato.

Temos a opção de construir ou destruir a vida de uma pessoa.

Em nossos dias este mandamento tomou novas proporções ou outros nomes. São os chamados “fake news ou notícias falsas”.

A ideia central da fake news é construir notícias para enganar o público e ao mesmo tempo atender a algum interesse escuso – seja ele político ou monetário.

Isto aconteceu muito com a eleição do presidente americano Donald Trump onde tivemos muitas versões para uma mesma história.

Infelizmente sofremos de um sério problema. E qual é este sério problema?

“Acreditar em tudo o que lemos e ouvimos e acabar compartilhando (passando para frente) sem saber da veracidade ou do outro lado da história”.

Precisamos aprender a identificar a origem (fonte), reconhecermos os argumentos e mapear interesses e pontos de vista… Precisamos aprender a sermos mais críticos com as notícias.

Um dos assuntos dos nossos dias foi o caso da vereadora Marielle Franco, onde o governo teve que intervir nas redes sociais para impedir que se veiculassem as fake news.

Quais seriam os danos ou os estragos que boatos ou notícias falsas causam na sociedade?

 Os danos são inimagináveis… Por isso este mandamento é tão importante… “Não darás falso testemunho contra o teu próximo”.

Agora estas questões estão no âmbito macro, de grande dimensão… Mas e no âmbito particular, em nossas vidas, no dia a dia, quais são os danos que as chamadas fofocas causam?

Acabamos ficando reféns da falsidade… Da desconfiança… Da deslealdade e não cremos mais em ninguém.

Acabamos nos fechando, nos tornamos pessoas frias e calculistas em meio as nossas amizades. Temos medo, pavor em nos abrir com alguém.

Vejam bem, quando propagamos fatos “reais ou irreais” de pessoas, estamos roubando a dignidade desta pessoa

 Em outras palavras, estamos denegrindo a imagem das pessoas.

Jesus em Mateus 12: 34 nos dizem: “Pois a boca fala do que está cheio o coração”.

 Também em Mateus 15: 11 – diz: “O que entra pela boca não torna o homem impuro; mas o que sai de sua boca, isto o torna impuro”.

Em outras palavras, quando fazemos comentários negativos a respeito de uma pessoa, estamos contaminando a própria alma.

Tiago, irmão de Jesus em sua carta no capítulo 3: 6 diz: “Assim também a língua é um fogo, é um mundo de iniquidade. Colocada entre os membros do corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno”.

Quais são as implicações deste mandamento para nossas vidas?

  1. Este mandamento nos leva a abandonarmos a prática da mentira, da calúnia.
  2. Devemos ficar atentos com o que vamos falar sobre a outra pessoa, se é um falso testemunho, uma injuria ou difamação.
  3. Nos leva a não acolher e não compartilharmos aquilo o falso testemunho.
  4. Todo o cuidado é pouco para com as redes sociais.

Quais são os desafios deste mandamento? 

  1. Dizer somente a verdade (E isto em amor). Com a pessoa alvo do assunto.
  2. Zelar pela reputação da “outra” pessoa.
  3. Parar em você a conversa – não levar adiante, não compartilhar ou falar com outras pessoas.
  4. Precisamos reaprender a termos cautela e sabedoria para com todos os fatos.   Nossas palavras deveriam edificar a vida das pessoas, construir algo e não denegrir ou destruir a vida das pessoas.

Vejam bem! “Quando falamos assim, em verdade, em amor e sabedoria, isto acaba com o espírito de escravidão”… Isto destrói fortalezas, anula sofismas.

Não podemos mais ser uma coisa na frente da pessoa e outra coisa por trás ou longe da pessoa.

Este mandamento nos ordena a andarmos na verdade e vivermos na verdade em amor.

Precisamos restaurar nossos relacionamentos… E isto na base da lealdade, da confiança e amor.

Devemos evitar a todo custo palavras falsas e destrutivas.

A mentira, a calunia, a difamação trás morte e destruição, mas a verdade liberta.

“E conhecereis a verdade, e a verdade voz libertará”. João 8: 32.

 

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s