MANDAMENTOS PARA UMA VIDA PLENA (PARTE 4)

the-love-of-godÊxodo 20: 8 – 11

 

Lembrando que o decálogo ou os dez mandamentos é fruto do amor e do cuidado de Deus para com as nossas vidas.

 

Talvez este quarto mandamento seja o que mais quebramos em nossos dias, mas precisamos aprender o quão importante e benéfico ele é para todos.

 

Este quarto mandamento é para nós um grande desafio existencial. E qual é este grande desafio?

 

“Você consegue se desconectar das atividades e dos problemas cotidianos ao menos uma vez por semana?”.

 

A palavra “sábado” literalmente significa descanso. No entanto o que você entende como descanso? E o que você faz que provoque descanso?

 

Quando Deus nos pede um dia santificado, na verdade Ele está nos pedindo para alterarmos nossa rotina e isto tem um efeito terapêutico em nós.

 

Mas como usufruir destes benefícios de Deus em nossos dias atuais? Como manter uma vida saudável, equilibrada e mais prazerosa?

 

Ou você pensa que o sábado é somente para agradar a Deus? Lembre-se do que Jesus disse: “O sábado foi feito para o homem”.

 

O texto nos lembra de que devemos trabalhar seis dias e descansar um dia da semana. Seis por um.

 

Como é a tua semana? Seis por um ou cinco por um?

Os judeus até mesmo nos dias atuais sempre guardam o sábado mesmo.

 

Depois Jesus ressuscita no domingo (primeiro dia da semana) e os cristãos reservam este dia para celebrar a vida.

 

Por influencia de Constantino e a lei romana, acabou-se aprovando o domingo como dia de descanso.

 

Muitas pessoas hoje desfrutam do sábado e do domingo. Muitos trabalham cinco dias e descansam dois dias. Muitos ainda tiram 30 dias de férias.

 

Mas surge uma pequena pergunta: Quantos descansam mesmo?

 

Em nossos dias atuais nunca antes de falou tanto em cansaço, stress, depressão e síndrome de burnout. (que é um esgotamento físico e mental).

 

A depressão está matando mais gente do que imaginamos. Ou seja: A pausa para o descanso também evita doenças terríveis. O descanso tem efeito terapêutico.

 

O judeu tinha apenas um dia de descanso e ainda por cima tinha que considerar este dia como o dia reservado para adoração a Deus. Eles tinham que estar presentes nas sinagogas.

 

Então este mandamento já nos remete a algo muito importante: Sem culto a Deus não existe descanso total.

 

Não somente o judeu, mas os mais antigos sempre trabalharam pesado por 12 horas todos os dias da semana e ainda lhes restavam tempo para a família, os amigos e congregar com os irmãos na igreja.

 

Se hoje muitos temos dois dias de descanso surge então alguma inquietação: Por que muitos não descansam? E por que muitos deixam de congregar?

 

De que forma podemos organizar melhor nossas agendar para podermos verdadeiramente descansar?

 

Quais têm sido nossas prioridades no dia de descanso?

 

     Festinhas de aniversário? Churrasco com amigos? Estar com a família? Futebol? Praia? Ou o momento da adoração?

 

Sei que todas estas coisas são importantes, mas qual deve ser a nossa prioridade: O que Jesus disse a esse respeito e todas estas preocupações?

 

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas”. Mt 6: 33.

 

Deus deve ser o centro do nosso descanso.

 

Literalmente, quando não adoramos a Deus, não existe descanso.

 

Precisamos urgentemente trazer de volta o nosso coração para Deus, para que haja verdadeiro descanso.

 

Então a grande questão já não passa a ser o dia certo para adorar, mas sim se você tira um dia da semana para adoração a Deus.

 

Precisamos urgentemente reorganizar nossas agendas, revisar nossas vidas e trazer Deus para o centro do nosso descanso.

 

Em outras palavras: Planeje melhor o seu tempo e revejam quais são as suas prioridades!

 

 

Os dias de hoje vivemos para fazer apenas aquilo que nos dá prazer ou aquilo que estamos a fim de fazer e estamos deixando de fazer aquilo que é importante fazer.

 

Deus não está pedindo para deixarmos de fazer as coisas necessárias para o dia a dia e para isso ele nos deus os “outros” seis dias para fazer tudo o que é necessário.

 

Muitos cristãos estão deixando para fazer no dia de descanso o que deveria fazer nos outros seis dias. E Deus chama isto de pecado.

 

     O conceito do sábado é impor limites ao homem.

 

È também uma forma terapêutica, um tempo de reciclagem e um tempo de realinhamento com o autor da vida.

 

Deus nos formou e sabe que precisamos parar tudo por um tempo. Ele próprio criou o mundo em seis dias e descansou.

 

O sábado ainda por cima teria uma função ambiental: Não trabalharás nem você, nem seus filhos, nem teus servos e nem teus animais.

 

Ou seja: a terra também pararia um dia por semana para se reciclar… Já imaginou um dia sem carro, sem ônibus, sem metrô? Qual seria o efeito na atmosfera?

 

Deus deseja nos libertar de sermos escravos do trabalho e das preocupações da vida.

 

 

     O povo de Deus já trabalhava demais como escravo no Egito e quando Moisés foi pedir a faraó para o povo sair, o faraó deu-lhes ordens para trabalhar ainda mais pesado. (juntar também as palhas para fazer tijolos).

 

Isso nos remete ao seguinte pensamento: Um povo livre é um povo que descansa! Quem não descansa é escravo.

 

O sábado (descanso) nos qualifica a confiar somente em Deus.

 

     Quem é o seu provedor? Deus ou os seus negócios? Ou seu trabalho?

 

Jesus nos orienta a não acumularmos tesouros nesta terra, mas nos céus e chama os que assim fazem de insensatos.

 

Vejam o que diz o salmista a esse respeito: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes; aos seus amados ele o dá enquanto dormem. (descansam)”. Sl. 127: 1,2.

 

Precisamos restabelecer nossa confiança no que Deus diz em sua palavra e descansarmos na provisão de Deus. É Ele quem dá!

 

Deus abençoou o sábado e o santificou.

 

     Durante os outros seis dias somos submetidos a todo e qualquer tipo de influencia. Nosso coração é contaminado por pensamentos infrutíferos e ficamos sobrecarregados.

 

Se não tivermos nosso “sábado” como descanso, os outros seis dias seremos devorados pelos falsos deuses desta era.

 

     O sábado mantém nossa liberdade: Quando Deus se torna nosso descanso é como se estivéssemos dizendo: Eu confio em ti, confio nos teus mandamentos e confio que o Senhor tem o melhor para nós.

 

Conclusão:

 

     Precisamos realinhar o nosso coração com o coração de Deus e entrarmos em seu descanso, somente assim encontraremos descanso para nossas almas.

 

Jesus mesmo disse: Vinde a mim todos que estão cansados e sobrecarregados e eu lhes darei (sábado), descanso para vossas almas.

 

Pergunta para meditação:

 

Quem está sendo o Senhor do teu sábado?

 

Quem ou o quê está roubando o teu descanso?

 

Quando é que você vai confiar mais em Deus e em suas palavras?

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s