O DEUS QUE PRECISAMOS CONHECER (parte III)

Por Edgar Bacchini
Atos 17: 24 – 34

Temos falado nestes dias a respeito do Deus que precisamos conhecer. Falamos a respeito dos pensamentos filosóficos e a respeito da busca do homem pela divindade.

Falamos que o homem é um fabricante de deuses para si mesmo e de como foi levantado o altar ao Deus desconhecido.

Hoje queremos falar a respeito do Deus encarnado, o Deus que desceu da glória, do Deus que se fez homem, que mesmo sendo Deus se fez servo.

Este Deus é um Deus de amor que se entregou a si mesmo por nós, sendo nós pecadores e merecedores da ira de Deus.

Na cruz Ele suportou a morte levando consigo os nossos pecados e maldições.

Quando olhamos para a cruz de Cristo vemos nela o nosso pecado, a nossa maldição, a nossa dor, mas vemos também o amor de Deus. Ele morreu a nossa morte.

Jesus na Cruz carregou a nossa culpa, ali Ele nos alcançou, no abraçou e nos reconciliou com O Pai.

O homem não conseguia cumprir toda a lei para ser perfeito diante de um Deus Santo, então Jesus cumpriu toda a lei e se oferece como sacrifício por nós.

Notem… Não somos nós que temos que fazer alguma coisa para Deus, mas é Ele que fez tudo por nós.
Precisamos apenas reconhecê-lo como Deus, aceitar o seu amor e nos entregarmos a este amor.

Enquanto os homens estavam tentando fazer alguma coisa para deus, construindo altares e sacrificando ofertas e oferendas, Paulo vai dizer que este Deus não habita em templos feitos por mãos humanas.

Os atenienses eram muito religiosos, mas não conheciam Jesus. Talvez você também seja religioso, zeloso em sua crença e sincero em sua fé.

Quem sabe você pratica boas obras, faz suas orações e crê em um deus ou em um poder sobrenatural.

Mas se queremos conhecer Deus, temos que conhecer Jesus, pois Ele é o único Deus vivo e verdadeiros que viveu entre os homens, morreu em uma cruz e ressuscitou dos mortos.

Precisamos experimentar o poder transformador de Jesus em nossa vida e ter um encontro íntimo e pessoal com Jesus.

Jesus é o Senhor de tudo. Sem Ele nada do que foi feito se fez. Ele é a imagem do Deus invisível. Através Dele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra.

Antes o homem estava separado de Deus e em nossa mente éramos inimigos de Deus por causa do nosso mau procedimento… Mas agora ele nos reconciliou com Deus.
Através de Cristo nos tornamos santos e inculpáveis e livres de qualquer acusação.

A mensagem bíblica é clara: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo tu e tua casa”.

Surgem então algumas perguntas inquietantes:
Jesus já é o Senhor da tua vida? Você alguma vez já se entregou a Ele? Alguma vez você já confessou com sua boca Jesus como seu Senhor e salvador?

Sim, isto é muito importante, pois a Jesus nos fala o seguinte: “Quem, pois me confessar diante dos homens, eu também o confessarei diante do meu Pai que está nos céus. Mas aquele que me negar diante dos homens, eu também o negarei diante do meu Pai que está nos céus”. (Mt. 10: 32, 33).

O texto que lemos diz: No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar se arrependam. (30).

Arrependimento é algo essencial em nossa vida…

Precisamos nos arrepender de tentar viver uma vida sem Jesus… Enganando-nos a nós mesmos… Construindo altares no coração… Oferecendo sacrifícios a outros deuses… Vivendo em pecado… Vivendo em idolatria… E vivendo uma vida para si mesmo.

Arrependimento é mudança de mente… É sentir tristeza pela vida que está levando e sentir a necessidade de mudanças.

A prova que houve arrependimento é que você não é mais o mesmo depois de conhecer Jesus.

Quem era desonesto agora não é mais. Quem mentia, não mente mais. Quem era infiel, agora não é mais. Quem roubava, não rouba mais. Quem se drogava não se droga mais. Quem bebia, não bebe mais.

Quem vivia para si mesmo, agora vive para servir a Jesus e exaltar e glorificar o seu santo e bendito nome.
Paulo ainda vai dizer algo ainda mais surpreendente a respeito de Jesus: “Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça” (31).

Estaremos todos um dia em pé diante do tribunal de Deus. Naquele dia Deus julgará os segredos do seu coração e naquele dia tudo o que está em oculto vai ser posto a luz.

Serão abertos livros que estarão registrados todos os atos de nossa vida. Cada pecado, cada transgressão, cada ação. (Ap. 20: 11 – 15).

O livro da vida também será aberto… Aqueles que foram lavados pelo sangue se Jesus, seus nomes estarão escritos neste livro e viverão eternamente com Deus.

Da mesma forma que Jesus ressuscitou, ressuscitaremos juntamente com Ele para uma nova vida.

Quando os atenienses ouviram falar a respeito de Jesus e de sua ressurreição ouve diferentes reações à mensagem de Paulo:

a) Alguns zombaram. Riram, debocharam, fizeram pouco caso.
b) Outros deixaram para mais tarde para pensar nestas coisas. Ou seja, conheceram a verdade, mas não tiveram coragem para romper com laços antigos.
Preferiram continuar vivendo a mesmice da vida.

c) Porém, alguns se juntaram a Paulo e creram.
Ou seja, foram libertos do pensamento filosófico, foram libertos de outros deuses e começaram a glorificar o Nome que está acima de todos dos nomes. O Nome de Jesus.

E você? Qual será a sua reação? A sua decisão?

O Deus desconhecido quer hoje se fazer conhecido a você.

Jesus nos convida hoje: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviareis”.

“… O que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”.

Jesus faz uma promessa: “Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”. (Jo. 5: 24).

Deus não leva em conta os pecados da nossa ignorância, mas agora sabemos a verdade, não somos mais ignorantes com relação a palavra.

Qual será a sua decisão?nivo-2

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s