Vencendo através do amor

coração

 

 

VENCENDO ATRAVÉS DO AMOR
Por Edgard Bacchini
II Tm. 3: 1 – 4 – I Coríntios 13: 1 – 13

Amados irmãos em Cristo, a bíblia nos afirma a respeito da impiedade dos últimos dias e nos faz um grande alerta.

Sabemos que já estamos vivendo estes últimos dias, bastar assistirmos aos telejornais e ou percebermos o modo em que estamos vivendo.

Como está o nosso relacionamento em casa? Maridos e esposas? Pais e filhos? Filhos e pais?

Será que este mesmo espírito tem tomado nossas vidas e nos tornado pessoas terríveis, egoístas, sem amor pela família?

De que forma podemos mudar este quadro? De que forma podemos permanecer firmes com nossas estruturas familiares inabaláveis? Ou até mesmo mantermos a nossa estrutura psíquica emocional/espiritual sadia?

Creio que somente vamos vencer a impiedade dos últimos dias através do amor.

Creio que temos que repensar nosso estilo de vida, reavaliarmos a maneira que estamos vivendo, reavaliar nossos relacionamentos familiares e realinharmos com a palavra de Deus.

Passo agora a mostrar-lhes um caminho ainda mais excelente.

Certamente todo o contexto do capítulo 13 está colocado como um recheio de sanduiche entre dois capítulos (12 e 14) que tratam a respeito dos dons espirituais.

A igreja de corinto era a igreja com a maior diversidade dos dons espirituais, porém se tornava uma igreja carnal, pois lhe faltava a maior de todas as virtudes… O amor.

Então creio firmemente que podemos estar vivendo um casamento de fachada, um relacionamento familiar entre pais e filhos de fachada, onde cada um cuida de si mesmo e onde não reina o amor.

Como podemos então restaurar nossos relacionamentos familiares através do amor?

Precisamos reaprender o que é e o que significa vivermos este amor descrito nesta carta de amor.

Em outras palavras Paulo está nos dizendo que podemos ter os melhores dons e talentos, sermos o melhor pregador, termos palavras proféticas e fazermos orações de abalar o chão… Mas se não tiver amor, de nada vale.

Podemos ser o melhor profissional, ter a melhor qualificação, entender de tudo e todos os mistérios da ciência… Se não tiver amor, de nada vale.

Você pode até mesmo fazer qualquer obra de caridade, distribuir bens aos mais pobres, mas se isto for feito apenas por satisfação pessoal ou para receber “pontos positivos” de Deus… Isto não é amor, de nada vale.

Você estar tentando ser o melhor marido, a melhor esposa, o melhor pai, suprindo todas as necessidades da casa, ser o mais completo provedor… Mas ser uma pessoa fria… Mas se não tiver amor… Você é um farsante.

Você pode falar que provê casa, comida e roupa lavada, supre as necessidades dos filhos e por isso você é um exemplo de marido e de pai… Mas onde está o amor?

Vemos que todas estas coisas são boas e devem ser feitas sim, mas de que forma? Fazer por que é sua obrigação?

Vamos ver algumas verdades a respeito do que é o amor.

1) O amor é paciente. Vivemos tempos em que as pessoas estão com os nervos à flor da pele.

Algumas têm pavio curto e outras não tem nem pavios estão sempre parecendo um barril de pólvora em suas casas.

O amor não sai batendo portas, gritando, xingando…

Precisamos reaprender a ter paciência que é a capacidade de suportar situações hostis.

2) O amor é bondoso. É reagir com bondade mesmo se formos maltratados. É ter palavras doces reagir com delicadeza mesmo diante da indelicadeza.

3) O amor não inveja, não se vangloria e nem se orgulha.

O amor não fica ressentido com o sucesso do outro, pelo contrário quando um dos parceiros cresce profissionalmente o outro tem que valorizar.

Mas o contrário também é verdadeiro. Existem pessoas que são cheias de orgulho que tacam na cara do seu parceiro o seu sucesso dizendo que ele (a) sim está fazendo a diferença e o outro é um inútil.

4) O amor não maltrata e nem busca seus próprios interesses.
Precisamos lembrar que não vivemos para nós mesmos, mas vivemos para servir ao outro. O amor procura dar e não receber.

Existem casamentos que as pessoas ainda estão lutando pelo que é seu. Quando casamos não existe mais nada que seja meu e sim “nosso”.

Quantas pessoas ainda estão sendo maltratadas por palavras e ações agressivas. (as palavras “inútil” e “você não faz nada certo” deveriam ser excluídas da nossa boca).

Precisamos reaprender a elogiar mais, utilizar palavras que edificam estimular com palavras encorajadoras.

Precisamos reaprender a usar o tom da nossa voz. Vamos dar menos “ordens” e pedir com mais carinho.

5) O amor não se ira facilmente e não guarda rancor.

Vejam como estamos nos tornando pessoas terríveis.

Se você consegue ficar mais de um dia brigado no seu relacionamento, você precisa reavaliar a pessoa terrível em que você está se tornando.

O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Este amor é o amor ágape = Um ato de adoção.

Este amor é querer um novo estilo de vida. É adotar uma nova postura, uma nova conduta em nossos relacionamentos.

Este amor é questão de decisão. “Eu decido amar” e vou colocar a minha mente o meu coração e as minhas vontades para praticar este amor.

Este é um tipo de amor que não se pode produzir sozinho. Ele vem de Deus.

Deus mesmo demonstra este tipo de amor pelo fato de enviar Jesus para nós, mesmo que ainda não merecíamos este amor.

Este amor produz em nós ações e atos de fé. Não é apenas um sentimento interno. Não é apenas da boca para fora… Se não vai fazer apenas barulho e nada mais.

Quem ama não deseja nada em troca, apenas ama.

Quem ama não exige nada de ninguém.

“Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor”. I João 4: 8.

A bíblia nos afirma que os maridos devem amar suas esposas assim como Cristo amou a igreja e se entregou por ela.

A esposa deve ser submissa ao marido. (Maridos como vocês querem uma esposa submissa se ela não é amada?).

Os filhos devem obedecer (amar) seus pais. Honrar o pai e a mãe que é o primeiro mandamento com promessa: “Para que tudo lhe corra bem e tenhas vida longa sobre a terra”.

Que “tipo” de amor estamos praticando em nossa casa?

Estamos realmente vivendo este amor ou ele está se esfriando e estamos nos tornando egoístas, arrogantes, desobedientes aos pais, ingratos e sem amor?

Paulo nos revela que somente o amor vai subsistir a tudo isso.

Deixe-me dar o exemplo de um livro chamado “A última carta do tenente” do escritor William Douglas.

O submarino do tenente foi atacado, restando a ele e à tripulação somente doze horas de vida. Na operação de resgate, foi encontrada uma carta junto aos corpos.

Nesta carta de amor encaminhada a sua esposa e a seus filhos ele repensou a respeito da vida, do quanto ele poderia ter dito que os amava… De quantos pedidos de perdão poderia ter pedido.

Falava a respeito de arrependimentos e do que ele poderia ter feito de diferente.

Deixe-me te falar algo importante: Se você tivesse apenas mais doze horas de vida e pudesse escrever uma carta de amor, para quem você enviaria? Qual seria o conteúdo desta carta? Do que você se arrependeria de ter feito ou falado? O que você diria que precisava ter mudado?

Uma notícia importante para você: É que você não tem apenas doze horas de vida para mudar a sua maneira de ser, mudar suas atitudes, sua maneira de falar.

A boa notícia é que temos hoje a oportunidade de mudarmos, de nos arrependermos.

Podemos nos tornar hoje melhores maridos, melhores esposas, melhores filhos, melhores em tudo.

Depende do que nós queremos. Vamos viver os últimos dias de forma terrível ou vamos viver o amor que Jesus nos dá?

Creio que somente vamos obter vitória se resolvermos amar, independente das circunstâncias.

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s