Valores corrompidos na família.

7t2eagv5d8iosqgqt88ytnckv

VALORES CORROMPIDOS NA FAMÍLIA
Por Cristina Bacchini

Vivemos em um mundo cheio de personalidades diferentes, gostos diferentes, muitas vaidades o que nos leva muitas vezes vivermos alguns conflitos.
E estes conflitos são muitas das vezes gerados dentro de nossas próprias casas, por mais incrível que possa parecer.
E lidar com estes conflitos é uma necessidade constante e quase sempre urgente.
Por isto eu te convido esta noite a conhecer um pouco a história de uma família, em que alguns de seus valores foram corrompidos ao longo de sua caminhada.
Precisamos juntos nesta noite entender e aprender com a história desta família – Genesis 25: 19-23
É que eles formam um casal muito romântico.
Desde o primeiro encontro, Isaque só teve olhos para Rebeca a mulher da sua vida.
Não encontramos na Bíblia nada em que Isaque tenha tido outras mulheres. Foi um casamento abençoado por Deus em todos seus princípios.
Havia entre eles muito amor e fidelidade de ambas as partes coisas essenciais para um casamento sólido.
Como em toda família, um grande problema se coloca diante deles.
– “Será que você tem um grande problema em sua família”? — – Pare e pense por um instante o que precisa mudar? – O quê precisa ser conversado ou resolvido em família?
Qual era o problema dos personagens de nossa história?
Rebeca era estéril (não podia ter filhos), e isto foi uma situação que gerou um grande desconforto entre eles. Vers.21
Isaque e Rebeca estão diante de um grande problema familiar, que dificultaria a formação de uma família com filhos.
Como você enfrentaria uma má noticia, seja ela qual for?
Como eles enfrentam esta má noticia?

Ponto importante diante do problema: Isaque se coloca em oração por sua esposa. (Sábio Isaque)
Quem aqui ora por sua esposa, independente se ela esta com problema ou não?(Pense)
Se você por um instante pensou: “eu nunca orei”. Eu quero te convidar a fazer isto agora. (marido ore por sua esposa).
A atitude de Isaque ao orar por sua esposa foi uma demonstração de sua fé em Deus, e também uma demonstração de amor para com sua esposa.
E Deus na sua misericórdia responde a oração de Isaque com a noticia da gravidez de Rebeca o que gerou uma grande alegria para o casal.
Aprendemos aqui algumas coisas importantes:
Deus responde nossas orações, amém?
Deus é Deus de milagre, amém?
Você não vai desistir da sua causa, nem que você tenha que estar de joelhos todos os dias, amém?

Rebeca fica grávida de gêmeos para alegria da família. Vamos ver o que acontecia durante esta gravidez.

Vers.22 – Rebeca percebe que sua gravidez esta um pouco fora do normal, ela sentia sua barriga desconfortável com a agitação dos bebes.
Então Rebeca também ora ao Senhor para saber exatamente o que estava acontecendo com aquela agitação dentro de seu ventre.

E Senhor responde a esta oração de mãe: Vers: 23
Vemos mais uma vez o Senhor respondendo orações, amém?

“Duas nações há no teu ventre, dois povos, nascidos de ti, se dividirão: um povo será mais forte que o outro, e o mais velho servirá ao mais moço”.

– Penso que ela não deve ter entendido nada.

– Penso também que tem horas que não entendemos nada o que esta nos acontecendo e o porquê esta nos acontecendo.

Rebeca ao chegar a hora de dar a luz, confirmou-se que havia gêmeos em seu ventre. O primeiro a sair era ruivo, todo o seu corpo peludo. Deram-lhe o nome Esaú.

Depois saiu seu irmão, com a mão agarrada no calcanhar de Esaú. Pelo que lhe deram o nome de Jacó.
Esaú – significa Peludo, cabeludo.
Jacó – Significa aquele que agarra o calcanhar.

Apesar da união de Isaque e Rebeca ter sido realizada por Deus, não podemos nos esquecer de que se tratava de pessoas diferentes sobre a influência do pecado, passiveis de erros e dificuldades. Assim somos nós também.

Por isto vamos ver algumas atitudes e dificuldades desta família, depois vamos compara-la com as nossas.

Os meninos cresceram. Esaú tornou-se caçador habilidoso e vivia percorrendo os campos desprendido de tudo.

Jacó era um pouco diferente ele cuidava do rebanho e vivia nas tendas ele era mais família.

Observem aqui a diferenças entre os filhos e o comportamento dos pais.

Isaque preferia Esaú, porque o pai gostava de comer de suas caças.

Já Rebeca preferia Jacó, ele era mais “família” estava sempre junto com ela.
Aqui vejo que temos um problema, de favoritismo entre os filhos e isto afetou muito o relacionamento entre os irmãos Jacó e Esaú.

E com isto a harmonia conjugal e familiar vai se tornando cada vez mais difícil. Está aqui sendo instaurado um grande problema.

Pais prestem atenção: Nossos filhos possuem estruturas, talentos e temperamentos diferentes, porém devemos demonstrar amor, carinho e afeição da mesma forma para com todos.

Não podemos passar a mão na cabeça de um e massacrar o outro. Agir e tratarmos um e outro de forma diferente na questão do amor do carinho e da educação.

Devemos ensinar aos nossos filhos duas palavras mágicas “sim” e “não” e certamente elas vão colocando a eles seus limites.

Agora o que não pode acontecer é de filhos que enganam seus pais, pais que encobrem os erros dos filhos.

E pais que se tornam passiveis indiferentes ao que os filhos fazem os filhos entram e saem e não falam com ninguém, ou melhor, eles não respeitam ninguém. Os filhos estão sem limites sem freios.

Hoje vemos valores distorcidos, filhos que mandam em seus pais, gritam com eles, os mandam calarem a boca, dizem: eu não quero ouvir o que você tem para me dizer, batem a porta do quarto, mentem dizendo irem para um lugar e vão para outro.

Pais que fazem vistas grossas porque não querem arrumar briga com eles. Em certas casas não sabemos quem manda: se são os pais ou os filhos.

Filhos que não ouvem os conselhos de seus pais em nenhum sentido. E Esaú foi um destes filhos, querem ver?

Gen. 26:34,35 – Esaú um dos filhos casou-se com mulheres que não amavam a Deus. E ele não estava nada preocupado com isto, fazendo da vida dos pais uma amargura de espírito.

Este casamento foi produzindo brigas e atritos em família.

Filhos prestem atenção: Ouçam os conselhos de seus pais, sua casa sempre será seu porto seguro independente do que você estiver passando.

Filho não existe ninguém neste mundo que te ama mais do que seus pais, porque o amor dos pais é diferente do de marido, namorado, noivo do amigo e etc.

Pais prestem atenção: Eu convido a vocês pais a orarem sempre para o futuro relacionamento de seus filhos, isto é responsabilidade nossa como pais.

Orem por suas escolhas, pois os agregados passaram a fazer parte de sua família e vice versa. Seus filhos passaram fazer parte da família do seu escolhido. E como será o convívio deles? Vão produzir alegria ou amargura familiar?

Quando casamos vamos construir uma nova família, isto é fato.

Mas não podemos nos esquecer de que estamos deixando uma família, e que esta família tem que viver em harmonia com a família que esta se formando.

Por isto: Conversem com seus filhos e filhas, orientem para que suas escolhas agradem a Deus e não os afaste de sua presença, orem para que eles não caiam em nenhum laço, que arrumem boas esposas e bons maridos.

Vejam: Eu creio que Esaú conhecia a historia de seus pais de que sua mãe Rebeca foi encontrada através de oração, pois Isaque queria uma mulher temente a Deus.

Mas para desgosto de seus pais Esaú não buscou uma mulher temente a Deus. Infelizmente, ele não tinha interesse em tais coisas ou em tais princípios.

Filhos vocês podem até não concordarem com tudo o que seus pais dizem, mas devem conversar com eles e ouvi-los atentamente seus conselhos. Isso evitará que você passe por maus momentos, como Esaú e Jacó passaram.

Querem ver a outra tristeza aconteceu nesta família? A rivalidade entre irmãos.

Jacó havia feito um ensopado de lentilhas. Veio Esaú do campo de suas caças e ele estava cansado e com muita fome.

E disse Esaú a Jacó deixe-me comer deste ensopado?

Então, Jacó nada bobo, pois já queria a primogenitura de seu irmão, aproveitou a situação e vendeu seu ensopado por sua primogenitura.

E a primogenitura era uma honra especial ao primeiro filho que nascia que incluía uma porção dobrada da herança familiar e isto também lhe dava o direito ser um dia tornar-se o líder da família.

O filho mais velho poderia vender sua primogenitura, mas, fazendo isso, perderia tantos os bens materiais quanto sua posição de liderança.

Esaú com esta atitude demonstrou completo desprezo pelas coisas da casa do seu pai. Ele pouco se importava, negociou valores espirituais eternos.

Embora Esaú não tenha sido “impuro” no sentido físico da palavra, Esaú era impuro no sentido espiritual, sendo mundano e materialista.
Filhos, cuidado: Nunca desprezem aquilo que vocês têm em suas casas. Não negociem os valores que vocês adquirem em suas famílias.
Porque quando negociamos valores morais que não deveríamos negociar, o risco de nos perdermos em nossa caminhada que agrada a Deus fica muito grande. Hebreus 12:17 (Cuidado com a síndrome de Esaú: Desprezar o dom permanente de Deus para satisfazer um apetite passageiro. Vocês sabem que Esaú, mais tarde, se arrependeu daquele ato impulsivo e tentou, ora com lágrimas, ora sem lágrimas recuperar a benção de Deus, mas já era tarde demais).

Passado estes problemas logo vêm outros: Não é diferente de nós.

Genesis 27.

Com os anos Isaque envelheceu e seus olhos se escureceram de maneira que não podia ver, chamou a Esaú, Isaque chamou seu filho mais velho, e disse-lhe: Meu filho! Estou velho e não sei o dia da minha morte.

Filho faça um cozido para mim e traga para que eu coma, assim, antes de morrer, poderei dar a benção que tenho para você.

Observação: Isto era o costume da época. Lembrem-se, o primogênito era o filho mais velho herdeiro principal e também tinha a responsabilidade de ser o que protegia a família. OK.
A confusão da família vai se agravando quando Isaque resolve abençoar Esaú e não Jacó.
E Rebeca, a mãe nesta situação tem sua participação grave quando engana seu marido para favorecer Jacó e prejudicar Esaú. (cuidado esposas e mães você tem que manter a transparência em sua família).
Vejam como estava esta família: totalmente dividida e desorientada.
Deu um lado Isaque preferia Esaú, do outro, Rebeca que preferia Jacó.
Notem: Os próprios pais criavam rivalidades entre os dois irmãos. Como estamos lidando com rivalidades entre os nossos filhos?
Um protegia para um lado e o outro protegia para outro lado e neste conflito entrou mentiras, trapaças, desrespeito pelos pais. Ira, desejo de vingança e tantas outras coisas podem acontecer em uma família onde os valores estão sendo corrompidos.
Aproveitaram-se da dificuldade de um idoso.
Por outro lado Jacó queria a benção da primogenitura desde o ventre de sua mãe e, isto, é demonstrado quando Jacó segurava o calcanhar de Esaú, numa demonstração de que ele queria ser o primeiro.
Jacó sabia que isto seria impossível. Mas sua mãe lhe dá uma mãozinha ela escuta uma conversa do pai com Esaú onde o pai pede um cozido antes de morrer.
A mãe combina com Jacó uma trapaça e Jacó se disfarça de Esaú para enganar o pai, mente para o pai que era Esaú e assim recebe a benção que tanto queria, porém de forma enganosa.
Que conflito familiar entre os dois irmãos Jacó e Esaú foi gerado com esta atitude, e o posicionamento dos pais neste caso torna as coisas mais agravantes. A rivalidade entre os irmãos se instalava ainda mais.
Não estamos aqui para definir quem estava certo ou errado, mas é prudente pensar que todos tiveram sua parcela de culpa neste conflito.
Está é a família de Isaque e Receba e seus irmãos Esaú e Jacó.
O que podemos aprender e quais lições vamos tirar desta família.
1) Maridos e Esposas precisam se amar e se respeitarem, vocês precisam educar juntos seus filhos.
2) Se você mãe ou pai educam sozinho seus filhos sozinhas por falta do companheiro ou companheira os conselhos são para vocês também.

3) Vocês precisam conversar sobre eles, precisam conhecer por onde seus filhos andam, se falam a verdade, quem são suas amizades.
4) Procurem saber o quê esta no coração de seus filhos, orem com eles em família e sozinhos.
5) Canso de ouvir famílias brigando da seguinte forma: O filho é seu! Não irmãos, o filho é nosso e temos a mútua tarefa de educá-los.
Pais, cuidado! Você que tem mais de um filho, todos são filhos e não tem um melhor que o outro, eles podem ter temperamentos diferentes, mas o caráter cristão tem que ser o mesmo. Você não pode fazer acepção de filhos, fazer mais para um do que para o outro.
Foi triste ver a briga de Esaú e Jacó.
Os frutos colhidos foram muito amargos para todos eles.
Mães que mentem para seus maridos para proteger seus filhos estão errando e ensinando seus filhos a mentirem.
Vamos criando na família hábitos de mentiras e enganos e trapaças.
Nossas relações em família tem que ser de verdade, pois nossos filhos estão nos observando.
Nós vamos trocando nossos valores, e o que isto pode acarretar em nossas famílias? Falência familiar.
Na vida de Esaú e Jacó, o que aconteceu com estas mentiras, trapaças?
Esaú passou a odiar a Jacó por causa da benção com que seu pai tinha abençoado a Jacó e disse consigo mesmo: Chegará os dias de luto do nosso pai, e então matarei a Jacó meu irmão. (que tragédia esta declaração que ódio deste filho!).
Quando somos decepcionados com alguma coisa, nossa reação humana é de vingança de fúria de querer dar o troco. Isto não só na família, mas nas amizades, no namoro. Ficamos tão cegos que não enxergamos nossos próprios erros. (Triste aquele que não reconhece seus erros e se acha superior aos aoutros).
Pobre Rebeca. Ela achou que estava fazendo a coisa certa, mas Deus nunca nos pede para pecar a fim de realizar a Sua vontade.
Por causa da sua farsa, ela afastou ainda mais de si o seu marido, enfureceu o seu filho Esaú e o isolou completamente, e, embora pensasse que seu amado filho Jacó ficaria fora poucos dias, “pois teve que fugir da ira do irmão” e ela nunca mais o viu. Que tristeza.
Sua mãe morreu sem ver seu filho. Jacó não pode ir ao funeral de sua mãe. Quando ele volta 20 anos depois sua mãe já estava morta e enterrada seu pai ainda estava vivo.
Jacó ficou distante da família, mas sabia que precisava voltar e se reconciliar com seu irmão.
Queridos antes de Jacó voltar para pedir perdão a seu irmão e sua família ele teve que passar pelo vale de Jaboque.
Naquele vale Jacó teve que travar uma luta com Deus, teve que ser tocado por Deus ao ponto de sair ferido na coxa.
Jacó queria de todas as formas ser abençoado. Ele sai dali com o nome trocado (De Jacó, o que segura o calcanhar para Israel seu nome agora = O homem que Deus vê).
Jacó entra no vale de Jaboque de uma forma e sai de lá chamando aquele lugar de Peniel (viu Deus face a face e sua vida foi salva).
Quem permite Deus agir muda de atitude, muda de postura, muda de nome. (No caso caráter é transformado).
É preferível sair mancando do vale de Jaboque do que nunca ter tido um relacionamento real com Deus.
Agora eu creio que para que haja restauração da família é quando todos os envolvidos passem pelo vale de Jaboque.
O vale de Jaboque é o nosso lugar de buscar a Deus face a face.
Lá nós curamos nossos corações. Lá somos restaurados.
Quando queremos se vingar de algo ou alguém, quando não conseguimos perdoar, precisamos ser tocados por Deus e ai virá à transformação do nosso coração.
Quando Jacó se reencontra com seu irmão Esaú, este já não queria mais matá-lo, Deus transformou a ira em amor, o ódio em harmonia.
O coração de Esaú deixou de ser amargurado e agora também é um coração regenerado.
Precisamos sair diferentes deste lugar, pais e filhos façam deste lugar ai agora seu Vale de Jaboque. (lutando com Deus).
Quando percebemos que nossa família esta passando por um algum problema alguma fraquezas, precisamos entrar em guerra espiritual.
Porque você esta lutando pela sua família, pelo convívio entre irmãos e pais. Não importa quem é o culpado, se o marido a esposa os filhos. Parem de se afastar, façam meia volta deixem o orgulho no vale de Jaboque.
Voltem a viver em paz em família.
Sentem em família e discutam suas magoas, seus medos, suas lutas, suas frustrações, suas fraquezas, suas confusões, suas necessidades, seus sonhos.
Depois ouçam um ao outro, com paciência, compreensão e espírito de perdão, encorajam um a ou outro.
Vamos fazer do nosso lar um lugar de milagre.
O tempo é agora é hoje, algo precisa ser mudado restaurado, reconstruído em nossos relacionamentos familiares.
Precisamos orar por nossa família!

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s