Reconquistando o que foi perdido

homem-com-lupa

RECONQUISTANDO O QUE FOI PERDIDO
Pastor  Edgard Bacchini
Lucas 15: 1 – 24

Perdas são inevitáveis. Todos nós perdemos alguma coisa de vez em quando.

Algumas perdas são valorosas, outras nem tanto, mas o fato de perdermos algo incomoda principalmente quando não sabemos onde deixamos e nem onde procurá-las.

Quem nunca perdeu uma chave, um documento ou até mesmo uma ferramenta? E você fica desesperado procurando estas coisas.

São coisas importantes e gastamos toda energia para procurá-las.

Mas quero falar de coisas mais importantes em nossas vidas e das quais às vezes não nos damos conta e por causa disto não nos esforçamos para procurá-las.

1) Na área física perdemos aos poucos a saúde, a força, o vigor, a memória.

2) Na área emocional perdemos a vontade e a alegria de viver. Perdemos a autoestima, a segurança e a paz interior ou o entusiasmo pela vida.

3) Na área comportamental às vezes perdemos o juízo… Perdemos o caráter… Perdemos a vergonha… Perdemos o bom nome. Corrompemos-nos.

4) Na área profissional perdemos o emprego… Perdemos o aumento de salário, a promoção. Perdemos dinheiro fazendo um mau negócio.

5) Na área espiritual perdemos o hábito de ler a bíblia e orar. Perdemos o costume de participar dos cultos. Perdemos a sensibilidade para ouvir Deus falar.

Perdemos a fé… Perdemos a comunhão com Deus… Perdemos a esperança… Perdemos a vontade de andar no poder do Espírito Santo… Perdemos o vigor espiritual.

Dentro de nós existem coisas perdidas… Algumas podem ser achadas… Algumas podem ser recuperadas, reconquistadas.

Algumas coisas podem ser achadas hoje mesmo, outras ainda podem demorar um pouco mais de tempo, mas certamente haverá alegria quando as resgatarmos.

Nestas três parábolas Jesus nos ensina a valorizar e a buscar até achar as coisas perdidas.

Jesus conta que uma ovelha foi perdida, depois uma moeda e na outra um filho estava perdido.

A ovelha perdida representa 1% de perda, eram cem perdeu-se uma.

A moeda de prata perdida representa 10% de perda – eram dez e perdeu uma.

O filho perdido representa 50% de perda – eram dois, perdeu-se um.

O quanto é significativo para tua via ou qual a porcentagem que representa aquilo que você perdeu?

E o quanto você está se esforçando ou se dedicando para reconquistar o que foi perdido?
a) No caso da ovelha perdida.

Percebemos aqui que o pastor sabe que uma ovelha foi perdida e que ela era muito importante para o rebanho.

Ele deixa as 99 no campo, pastando, se alimentando. Elas não estão desamparadas, todas são importantes, mas ele deixa todas para trás e sai à procura de apenas uma.

Podemos entender que às vezes é necessário deixarmos tudo para trás e sairmos para procurar aquilo que é importante para nós. (É correr atrás do prejuízo).

O que é que você tem que deixar para trás?

Deixe tudo, procure o que foi perdido, encontre e depois retorne para casa e comemore com alegria o que foi achado.

b) No caso da moeda perdida.

Aquela moeda não tinha apenas um valor monetário, mas sim um valor sentimental. As mulheres usavam estas moedas em uma tiara que era usada no dia do casamento.

Então ela faz uma busca completa, varre a casa, acende uma lâmpada, tira as coisas do lugar até encontrar.

Notem = A moeda estava perdida dentro casa!

Esta moeda não estava perdida por vontade própria, mas sim pela falta de cuidado e desatenção de sua dona.

O que está perdido dentro da sua casa?

É o amor? A atenção? O romantismo?
Perdeu o respeito? É a falta de perdão?Será que são os filhos que estão perdidos dentro de casa?
Ou ainda pior… Perdeu-se o temor a Deus?

Precisamos fazer uma auto-avaliação do que foi perdido dentro de casa.

Existem coisas dentro de casa que foram perdidas por causa da nossa indiferença.

c) No caso do filho perdido.

A ovelha é um animal irracional então o pastor tem que ir atrás e procurá-la.

A moeda é um objeto inanimado, ela tem que ser achada.

Mas no caso do filho perdido, ele tem que voltar por vontade própria.

O filho estava perdido por que quis se perder, queria conhecer o mundo deixando sua casa, seu pai, seu lar e saiu de casa determinado.

Então o filho tem que “cair em si” = recuperar o juízo, perceber a besteira que fez… Se arrepender e voltar para casa por vontade própria.

Quantos filhos de Deus estão perdidos e precisam cair em si e voltar para a casa do Pai?

Nas três parábolas nos lembram das três pessoas da trindade.

Primeiro vemos Jesus como o Bom Pastor que entrega a sua vida para salvar as ovelhas perdidas.

Na segunda vemos a mulher acendendo uma candeia que representa a ação do Espírito Santo iluminando o coração das pessoas para achar o que foi perdido.

E na terceira parábola vemos Deus como um Pai que espera a volta do filho perdido para abraçá-lo e beijá-lo.

Em casa caso existe uma grande festa para comemorar o encontro do que foi perdido. Na verdade isto é um culto de ação de graças. Louvar a Deus e agradecer por que os três foram perdidos, mas foram achados.

Amados, no sermão do monte Jesus nos dá uma orientação maravilhosa para encontrarmos aquilo que foi perdido.

“Peçam, e lhes será dado; busquem e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta lhe será aberta”. Mateus 7: 7.

Deve existir uma busca diligente e incansável para encontrarmos o que foi perdido.

Pedir, buscar e bater à porta.

Fazer como de tudo dependesse de Deus e sair em busca da coisa perdida como se tudo dependesse de nós.

Depende de uma atitude voluntária nossa.

Que Deus nos ajuda a reconquistar o que foi perdido.

 

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s