O PODER CAPAZ DE TRANSFORMAR UMA CIDADE

Texto para Reflexão: Leia Atos 19: 1 – 22

Éfeso era uma cidade importante e influente no mundo. Era uma cidade com um grande poderio econômico e comercial.

Uma das coisas que mais impressionava na cidade era o grande templo de Artêmis, ou Diana, que, talvez, fosse considerado como uma das “sete maravilhas do mundo” daquela época. Pessoas do mundo inteiro eram atraídas pelo ocultismo religioso praticado naquele templo pagão.

Realizavam-se ali encantamentos, magias e feitiçarias. Prometia-se a fecundidade (o poder de gerar filhos), proteção, êxito no amor e prosperidade nos negócios.

As pessoas faziam viagens até aquela cidade para comprar quinquilharias e amuletos e objetos supostamente consagrados. O comércio já intenso no ambiente daquela cidade se misturava com o comércio religioso, espiritual.

Como uma cidade com tanta idolatria e feitiçaria poderia ser transformada?

        O texto nos conta que, em meio a tanta corrupção, um pequeno grupo de discípulos começa a florescer.

Apolo, um judeu que era instruído nas escrituras e crente em Jesus Cristo ensinava com exatidão, convencendo as pessoas daquela região de que Jesus era o Cristo. Ele, porém, não havia tido nenhuma visão a respeito de Jesus, nem havia convivido com os discípulos que tinham visto a Cristo face a face.

Priscila e Áquila, que estavam entre os seguidores mais antigos de Jesus, entraram, então, em contato com Apolo, passando a lhe ensinar com ainda maior profundidade a respeito do Caminho de Deus. Apolo, então, passa a ser tremendamente usado naquela região e o número de seguidores de Jesus passou a crescer naquela cidade.

É nesse contexto, de uma Igreja crescente, que Paulo chega a Éfeso, com uma mensagem ainda mais profunda a respeito do Evangelho: “Vocês receberam o Espírito Santo quando creram?”.

Aquelas pessoas, embora fossem crentes instruídos na Palavra de Deus, sequer haviam ouvido falar do batismo no Espírito Santo.

Notem a Sabedoria do plano de Deus: para que pudessem receber a mensagem sobre a plenitude do Poder do Espírito de Deus por meio de Paulo, aquelas pessoas tiveram que, primeiro, receber o ensino preciso da Palavra de Deus, por meio de Apolo. Guardem isso: o ensino do Poder do Espírito de Deus não existe sem uma sólida base bíblica.

Ainda hoje, existem pessoas que conhecem em parte a respeito das escrituras ou do evangelho. Algumas pessoas, hoje, buscam o Poder do Espírito Santo de Deus como num passe de mágica, sem um compromisso sério com o estudo da Palavra de Deus. Isso é um erro.

Por outro lado, alguns conhecem a Bíblia apenas como uma religião a ser seguida, à qual chamamos de “cristianismo”. Essas pessoas têm a letra, mas ignoram o Espírito. Isso também é um erro.

Apolo e os seguidores de Jesus que estavam naquela cidade de Éfeso não tinham tido a oportunidade de ouvir sobre a manifestação de poder do Espírito Santo. Aquelas pessoas não tinham nenhuma responsabilidade sobre isto, pois, até então, eles não tinham sequer sido ensinados a respeito daquelas verdades.

Alguns cristãos de hoje, porém, mesmo tendo acesso à informação sobre o poder do Espírito Santo, preferem ficar apenas na superficialidade, não desejam experimentar a plenitude do evangelho. São crentes acomodados.

Palavras, sozinhas, não são capazes de transformar uma vida – ou uma cidade inteira.

A única coisa capaz de transformar as realidades mais sombrias é o Poder do Espírito Santo de Deus.

É necessário, portanto, que a nossa vida e a nossa pregação estejam revestidas do Poder do Espírito Santo, pois o Evangelho não é composto apenas de palavras, mas do Poder de Deus.

O que faltava àqueles discípulos era uma compreensão mais exata da pessoa de Jesus Cristo e a respeito da plenitude do poder do Espírito Santo. Faltava àqueles discípulos a revelação deste poder.

Paulo, então, orou por eles e lhes impôs as mãos, de modo que eles pudessem receber o Espírito Santo de Deus. Aqueles doze homens ficaram cheios do Espírito Santo de Deus e começaram, então, a falar em línguas estranhas e a profetizar.

Apenas pelo poder do Espírito Santo é que somos capacitados a cumprir a vontade de Deus.

     Precisamos de pessoas revestidas do poder do Espírito Santo de Deus, com um coração ardente por anunciar o evangelho. Pessoas que não tenham medo e nem vergonha de pregar a palavra.

Precisamos no meio de nós de pessoas convictas do seu chamado. Pessoas que tiveram um encontro real com Jesus e cheias da unção do Espírito Santo.

Paulo entrou em uma sinagoga e passou a evangelizar naquele local. Alguns se convertiam, outros endureceram o coração e se recusavam a crer.

Muitos, porém vinham de outras cidades, agora não mais para visitar o templo de Diana, mas para ouvir Paulo ensinar sobre a Palavra de Deus com Poder e autoridade.

O texto de Atos fala que Paulo ensinava diariamente naquela cidade, cinco horas por dia, em um local que ficou conhecido como a Escola de Tiranos. Você pode imaginar estudar a Bíblia cinco horas por dia, todos os dias? Isso confirma que a verdadeira revelação da plenitude do Poder do Espírito Santo não vem sem um conhecimento íntimo da Palavra de Deus por meio do estudo das escrituras.

O texto de Atos relata que Deus realizava milagres extraordinários por meio de Paulo.

      Até mesmo os lenços e aventais que Paulo usava eram levados e colocados sobre os enfermos e eles eram curados. Demônios saíam deles.

Observe que aqueles discípulos estavam em um lugar em que havia muitas falsificações de poder, magias, encantamentos, falsas promessas de milagres.

         Naquele lugar, graças à ação de Deus por meio de Paulo, o verdadeiro poder de Deus, repleto de milagres e manifestações visíveis, agia lado a lado com as falsificações grosseiras desse poder.

Ainda hoje, as manifestações genuínas do Espírito de Deus convivem lado a lado com as imitações e falsificações mais toscas e grosseiras desse poder que são vistas, não apenas em templos pagãos, mas também em meio à chamada “igreja evangélica”.

No caso de Paulo, eram as pessoas que pegavam os lenços e os aventais de Paulo para colocar nos enfermos. Paulo não distribuía lenço ungido, água ungida, bala ungida, copo de água ungido ou óleo ungido.

Os feiticeiros do templo de Diana é que faziam isto. Os pagãos e idólatras é que correm atrás disto.

      Paulo nunca abençoou lenços, canetas para assinar contratos, não ensinou a darem sete voltas, pular ondas, dar os sete mergulhos de Naamã e tampouco derrubava as pessoas com seu paletó. Isto é feitiçaria e não poder do Espírito Santo. Onde estas coisas eram praticadas era no templo de Diana (Artêmis) e não na igreja.

      Precisamos denunciar esta falsificação de evangelho que é praticada hoje nas igrejas.

    Não podemos confundir avivamento com “animamento” ou com histeria coletiva.

      Quem gostava destas coisas corria para o templo de Diana, porém quem queria aprender a respeito da palavra ia para a escola de Tiranos para ouvir Paulo ensinar a respeito da palavra de Deus.

      Avivamento é regatar os perdidos, curar os enfermos, expulsar os demônios, pregar a palavra com poder e autoridade.

Avivamento é mudar de conduta, de caráter e deixar o Espírito Santo usar a sua vida.

Avivamento é uma vida dedicada a Cristo. É uma entrega total a Ele.

   Avivamento é crer no Poder da Palavra e na Palavra de Poder.

      Avivamento é arrependimento das más obras e confissão de pecados.

Avivamento não é cair no espírito, mas se levantar com poder e autoridade e ousadia espiritual.

A igreja evangélica hoje precisa ser evangelizada. O que estão fazendo hoje em nome de Jesus é zombaria.

Os sete filhos de Ceva tiveram que apanhar dos demônios e saírem correndo nus, despidos de roupas e de vergonha.

      “O demônio disse a eles: Conheço a Jesus e também conhecemos a Paulo, mas e vocês? Quem são?”.

Jesus mesmo disse: Naquele mesmo dia muitos vão dizer: Senhor em teu nome não expulsamos demônios? Não curamos? E Jesus vai dizer claramente: Não os conheço. Afastem-se de mim vocês que praticam a iniquidade.

As pessoas daquela cidade, espontaneamente, queimaram os seus livros de ocultismo e feitiçaria. Um alerta: existem muitos livros ditos evangélicos que merecem ser queimados e lançados fora.

Uma pessoa que é cheia do Espírito Santo de Deus tem prazer em ouvir a palavra de Deus.

Uma pessoa cheia do Espírito Santo tem prazer em conhecer a palavra de Deus.

Paulo fundou uma escola (Tiranos) E ali ensinava a palavra todos os dias. Como dissemos, as suas ministrações duravam cerca de cinco horas diárias.

Pessoas cheias do Espírito Santo trocam seus tipos de literatura pela leitura da palavra de Deus. Elas tinham sede de aprender mais de Deus.

     Poder, conhecimento e discernimento da palavra devem andar juntos, senão corremos o risco de andarmos por qualquer vento de doutrina.

Verdadeiros soldados são forjados no conhecimento da palavra de Deus.

A Igreja do Senhor Jesus necessita de um revestimento de Poder. De um derramar do Espírito Santo.

     Deus deseja isto. O derramamento do Espírito Santo é uma promessa de Deus para a sua igreja.

Necessitamos disto, ansiamos por ver a Igreja cheia de poder.

Nossa cidade necessita de pessoas que não se envergonhem do evangelho, mas que o preguem com poder, autoridade e ousadia.

Deus quer levantar homens e mulheres cheias do Espírito Santo para transformar esta cidade.

Você deseja isto para a sua vida?

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s