RENOVANDO SUAS FORÇAS NO SENHOR – Por Wanderlan Fernandes

Texto para Reflexão: Leia Lucas 8:43-48

 Lucas nos narra aqui a famosa história da mulher que sofria de um fluxo de sangue.

O texto descreve uma mulher que sofria há doze anos com a hemorragia e que tinha gastado todo seu dinheiro tentando curar o seu mal.

Eu sei que esta historia é das mais conhecidas, mas quando nos aprofundamos no texto, o gesto de coragem, fé e adoração daquela mulher ainda é capaz de nos levar às lágrimas.

Imagine que a tradição dos povos orientais – dentre eles, os Hebreus – era muito condenatória quanto à figura da mulher.

A mulher era mal tratada pela sociedade, e seu valor estava limitado à capacidade de gerar filhos.

Imagine você, mulher, viver em uma sociedade em que você somente seria plenamente valorizada se fosse “fértil”, e se pudesse gerar um bebê do sexo masculino.

Aqueles que estão familiarizados com o livro de Levítico (Levítico 12:2-4), no Antigo Testamento, podem se lembrar de que, quando uma mulher dava a luz a um menino, o seu período de impureza era de sete dias. Se a mulher trouxesse à luz uma menina, esse período de “impureza” era ainda maior, de quatorze dias.

Durante todo esse período, e sempre que a mulher estivesse em seu período de menstruação, ela era considerada “impura” – ninguém poderia tocá-la, e, se ela viesse a tocar até mesmo um objeto, aquele objeto também se tornaria impuro.

Estamos falando de uma época – o Israel do Antigo Testamento – em que a mulher, pelo simples fato de estar em seu período menstrual, já ficava em condição de separação e impureza.

Neste caso em particular, já se tratava de uma hemorragia constante, uma perda excessiva e considerável de sangue do organismo. Uma mulher com fluxo de sangue, pela Lei de Moisés era considerada imunda, era repudiada, excluída da sociedade. Ela era afastada de sua casa, banida dos locais mais desejados, não poderia ir ao Templo ou participar das Festas religiosas. Ela deveria ficar afastada de tudo e de todos.

Segundo a Lei, a cidade ou as aldeias deveriam ter um local reservado fora da cidade, um arraial cercado e separado, para que as mulheres pudessem passar os dias do ciclo distantes de familiares e parentes queridos, até que sua “impureza” terminasse. Esse arraial era conhecido como “Vale dos Rejeitados” ou “Araial das Impuras” (Levítico 15:25).

Neste mesmo local, ficavam todas as pessoas que sofriam de algum “mal” visível à aparência – como cegos , leprosos, deficientes físicos.

A Palavra nos revela, nos evangelhos de Marcos e Lucas, que aquela mulher tinha condições financeiras e as utilizou na tentativa de encontrar um eficaz tratamento – mas tudo tinha sido em vão.

A capacidade humana não tinha condições de curar. Havia necessidade de uma cura sobrenatural, da parte de Deus.

Quantos de nós precisamos enxergar que só Jesus pode realizar o impossível? Há momentos em que somente a potente mão do Senhor pode nos conceder a benção. Porém, muitos ainda colocam suas esperanças em “carros e cavalos” – como diz o salmista no Salmo 20 – e se esquecem de fazer menção ao nome do Senhor.

Aquela mulher queria, desesperadamente, se livrar daquela humilhação, daquele desconforto.

Certo dia, com tantos acontecimentos na região, tantas notícias de milagres e curas, com tantas pessoas saindo do “Vale dos Rejeitados”, ela ouviu falar dos milagres e prodígios que Jesus de Nazaré estava realizando, de sorte que a fé nasceu em seu coração.

Como diz a Palavra, “a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus” (Rm 10.17).

Ao saber que alguém especial, Jesus, poderia trazer a tão sonhada cura, sua esperança foi fortalecida. Sua confiança em Jesus cresceu. Sua fé foi alimentada. Mesmo sem conhecer o Mestre, seu ânimo em ouvir as maravilhas que Ele estava realizando lhe dava nova força para viver e aguardar com paciência pelo milagre.

Sabendo que aquele homem da cidade de Nazaré estava passando pelas redondezas, estava vindo para Cafarnaum, aquela mulher viu nisso a grande chance de sua vida.

Hoje, talvez também seja a sua grande chance.

Há tantos vivendo no Vale dos Rejeitados, dos humilhados, dos discriminados, dos desempregados, dos viciados em drogas, dos que estão presos em adultérios, Há tantos no arraial da prostituição, da enfermidade, da solidão, da depressão.

 Se você está vivendo em algum destes “vales”, ouça: Jesus está passando perto de você, aproveite a oportunidade, tome uma atitude.

Então você pode estar pensando: mas o que vão falar de mim? Talvez a vergonha e o medo estejam lhe impedindo de ir até Jesus.

Imagine as condições daquela mulher: fraca, sem energia, há doze anos perdendo sangue. Isto corresponde a quatro mil dias. Se o corpo humano tem cinco litros e meio de sangue, imagine quanto sangue ela já não havia derramado?

Agora imaginemos uma mulher passando por este processo de uma forma contínua durante doze anos. Imaginem como estava anêmica, fraca, desnutrida, totalmente debilitada.

Saiba de uma coisa: Jesus quer transformar a sua vida, não tenha medo da mudança, do que possa acontecer. Aceite este convite! 

Aquela mulher não teve medo.

imaginem se ela fosse reconhecida pela multidão como alguém que já tinha passado pelo “Vale da Rejeitados“, de certo gritariam “impura!, impura!”.

Historiadores relatam que a multidão era de aproximadamente trinta mil pessoas, o alvoroço era grande, se alguém a notasse, ela seria apedrejada.

Porém, ela creu em seu coração: “Se tão somente tocar-lhe o manto, ficarei sã.”

A mulher não teve medo da multidão. Correu todos os riscos, pois o desejo de encontrar Jesus era maior.

Ela creu que os milagres de que ela ouvira falar eram reais, e as noticias sobre o Poder do Mestre a encheram de coragem. A bondade de Jesus lhe deu esperança.

A fé dessa mulher foi tremenda. Enfrentar uma multidão nunca é fácil.

Tome o exemplo e faça o mesmo, tome coragem e se lance aos pés de Jesus, toque com fé no Senhor, acredite que Ele, somente Ele, pode te ajudar.

Durante esse ano, talvez você tenha vivido em meio a alguns “vales”. Talvez você não tenha mais força nem energia, mas o Senhor quer renovar a sua fé, pois ele que fazer um milagre em sua vida .

Hoje, Ele está dizendo para você: “Filho, a sua fé te curou, vá em paz”.

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s