SENDO PERSISTENTE NA ORAÇÃO – Pr. Edgard Bacchini

Lucas 18: 1 – 8

Na semana passada falei a respeito da importância e as conseqüências de se orar “Em nome de Jesus”. Que Jesus está nos convidando a uma vida de íntimo relacionamento com o Pai.

Hoje gostaria de falar a respeito de persistir em oração, perseverar em oração, insistir em oração e nunca desistir ou desanimar da oração.

Oração na vida do cristão não é uma opção, é uma necessidade básica.

     Jesus nos ensina que devemos orar sempre e nunca desanimar.

Havia um juiz naquela cidade que jamais pensava sobre Deus e nem se importava com as pessoas.

Porém uma viúva vivia atrás dele: “Meus direitos estão sendo violados, Faze-me justiça”.

Esta cena se repetiu inúmeras vezes e o juiz não dava a mínima para aquela mulher.

A viúva já estava aborrecendo o Juiz, até que um dia ele resolve fazer alguma coisa, pois ela já estava importunando o juiz.

     Então Jesus faz uma observação importante: “Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos que clamam dia e noite?”.

     Jesus está dizendo: O que faz você pensar que Deus não vai entrar em cena e não vai garantir justiça para seus escolhidos, que continuam a clamar a Ele por socorro?

Esta viúva precisava de justiça. Alguém havia feito algo errado para ela ou a havia defraudado.

Ela não possuía ninguém que pudesse defendê-la. Ela não tinha nada mais do que uma oração.

Aquela viúva não parou, não desistiu, insistiu, batia na porta do juiz dia e noite, até que um dia ele cedeu. Fez justiça conforme ela tanto pedia.

Amados! Esta é uma história sobre oração. Devemos orar sempre e nunca desanimar. !” Orar constantemente e sem cessar”.

As maiorias das pessoas oram – Mas quantas desistem de orar?

E por que desistimos de orar? Ou melhor, por que insistir na oração se às vezes a oração parece um, balde furado.

Por que insistir e persistir em oração se “às vezes” vemos tão poucas provas de sua eficácia?

Por que então continuar a orar se não vemos respostas claras às nossas orações?

     Será que é por causa disto que Jesus faz uma advertência: Contudo, quando o filho do homem vier, encontrará fé na terra?

O que significar dizer: Ele encontrará homens e mulheres que continuam orando sem desistir ou desanimar? Crendo que Deus fará justiça?

Amados, o silencio de Deus diante das nossas orações não é por alguma impotência de nossa parte ou por alguma falha técnica por não sabermos orar.

Não temos em nossas mãos um manual da oração certa ou da oração que Deus responde. Temos apenas na bíblia pessoas que oram e que não deixam de orar.

     Vemos no livro dos salmos o silencio de Deus em várias experiências de oração.

  • Senhor, por que estás tão longe? Por que te escondes em tempos de angustia? 10:1.
  • Até quando, Senhor te esquecerá de mim? Até quando terei inquietações e tristeza no coração dia após dia? 13: 1,2.
  • Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste? Eu clamo dia e noite, mas não me respondes. 22. 1, 2.
  • Desperta, Senhor! Por que dormes? Levanta-te e não nos rejeite para sempre. 44. 23.
  • Senhor será que desapareceu o seu amor? Acabou-se a sua promessa? Esqueceu-se de ser misericordioso? 77; 8.

As pessoas que oram sabem como é não ouvir nada em resposta. As pessoas que oram não conseguem o que pedem quando pedem alguma coisa.

Então surgem as perguntas: “Os por quês?” Da vida.

Amados, os salmistas são os nossos mestres da oração.

Notemos o seguinte: Eles continuam a orar, apesar do silencio de Deus.

E por que eles continuam a orar? Por que eles conhecem o Deus a quem eles oram!

Continuamos a orar porque sabemos quem é Deus. Deus é bom, ela salva, é um Deus resgatador que acolhe o necessitado.

A história nos mostra isto, que Deus se envolve em nossas vidas, que ele move céus e terra em favor do seu povo.

E principalmente, sabemos que Deus não é o juiz injusto desta parábola.

Esta parábola nos mostra que mesmo o juiz sendo injusto, fez justiça depois de tanto a viúva insistir.

Pergunto: Deus age assim? Não, de forma nenhuma. Sabemos que Deus não é assim, pois como os salmistas temos experimentado a respeito do caráter e da obra de Deus em nossas vidas.

     “Sabemos que Deus fará justiça aos seus escolhidos que clamam a ele dia e noite”.

É por que conhecemos o Deus a quem servimos que continuamos persistente, insistente em oração mesmo em meio ao Seu silencio.

Sabemos que Deus está trabalhando de uma maneira abrangente. Não somente em nosso favor, mas em favor de todo o seu povo.

Oração perseverante, persistente. É uma vida de fé. Deus fará justiça; e depressa.

Creia, devemos orar sempre e nunca desanimar. Vamos fazer isto agora?

Anúncios

Sobre Comunidade Moriah

Seja bem vindo! Você acessou a página da Comunidade Moriah, uma Comunidade Cristã dedicada a viver e propagar a mensagem do Evangelho sem barganhas, em um espírito de humildade, sinceridade, moderação e amor. Aqui você poderá ficar por dentro de nossas atividades e conferir algumas das mensagens que têm sido ministradas entre nós. Esperamos que elas possam abençoar a sua vida tanto quanto nos têm abençoado!
Esse post foi publicado em Pregações e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s